LETRAMENTO LITERÁRIO: ENSINO E APRENDIZAGEM DE LEITURA COMO PRÁTICA SOCIAL

Artigo principal Conteúdo

RENATA TOIGO

Resumo

O presente texto, tendo como base a convicção de que o letramento literário é uma prática social, pretende destacar estratégias importantes para o ensino e a aprendizagem da leitura da literatura. Para ler é necessária a participação perspicaz do leitor na construção dos sentidos dos signos linguísticos, estabelecendo relações entre seu conhecimento prévio, sua memória da experiência, com o texto em si e com o contexto em que está inserido. A leitura da literatura é uma prática que precisa de aprendizagens. Para tanto, é imprescindível a participação de mediadores que aproximem o texto do leitor, a fim de formar leitores capazes de lê-lo, compreendê-lo e interpretá-lo. Para nos ajudar a entender as estratégias de letramento literário, a formação e a mediação leitora, tomamos como referência Cosson (2011, 2017), Larrosa (1996), Petit (2008), Aguiar e Bordini (1993), entre outros estudiosos relacionados

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Seção
Artigos