v. 2 n. 1 (2022): Novos saberes da Extensão Universitária para um contexto pós pandemia

A capa foi elaborada pela aluna do curso de Letras Português e Literatura de Língua Portuguesa, Samanta Bergmam.

Revista da Pró-Reitoria de Extensão da UNIPAMPA, a CHASQUE tem por principal objetivo democratizar o acesso à educação, incentivar a publicação de trabalhos científicos e divulgar boas práticas coletivas de extensão, sendo fruto do compromisso com a educação pública de qualidade e de atitudes que visam o bem estar coletivo, através de mudanças reais na sociedade. Em 2022, já com o lançamento de seu segundo volume, a revista aborda o novo cotidiano estabelecido após a Pandemia Mundial ocasionada pela Covid-19. Dois anos em que a realidade que antes conhecíamos foi abalada e, a partir disso, a cultura, o ensino e  a extensão acadêmica precisaram construir uma nova forma de viver o presente e vislumbrar o futuro, especialmente no âmbito docente. 

Nessa 2ª edição, trazemos cinco escritas entre relatos de experiência e artigos relacionados à temática escolhida, sendo ela os “Novos saberes da vida universitária para um contexto pós pandemia”. Iniciando com “O trabalho docente na cibercultura: formação de professores em tempos pandêmicos”, de Juliana Machado, Grazielle Brandão e Juliane Paiva, sobre a prática docente em ambiente virtual e suas adequações metodológicas frente a um outro formato de realidade. Seguindo no recorte docente, temos também o artigo “Cartas pedagógicas na pandemia: uma estratégia metodológica”, escrito por Ana Rodrigues e Luciane Duarte, que carrega consigo muito da (re)invenção metodológica que a rede de professores precisou passar, tanto para a elaboração de seus conteúdos em sala quanto em uma nova forma de avaliar o conhecimento aprendido por seus alunos. 

Na sequência temos o relato “Experiências do programa de extensão Popneuro durante a pandemia da covid-19 e projeções pós-pandêmicas”, resultado do Projeto de Extensão PopNeuro e com autoria de Bibiana Amado, Thalessa Santos e Pâmela Melo-Carpes, abrimos a contextualização sobre como foi a rotina em estado de alerta durante o auge da pandemia e como a neurociência, por meio da divulgação científica de testes e pesquisas, foi essencial para o enfrentamento da doença e para a democratização de informações. Ainda na modalidade de relatos, a escrita intitulada “Relato de experiência das ações do projeto de extensão como despertar o engenheiro no jovem em tempos de pandemia”, dos autores Mauro Rodrigues, Otávio de Freitas e Jussiara Caminha, aborda a importância da prática discente não apenas para reforçar conceitos teóricos vistos em sala de aula, mas para explorar novas formas de aprendizagem em que o protagonismo do conhecimento esteja voltado para o aluno de maneira autônoma. E para finalizar, o relato de experiência chamado "Planetário Virtual", enviado pela Equipe do Planetário da UNIPAMPA, que inovou durante a pandemia elaborando sessões virtuais e conta com a autoria de Guilherme Marraghello, Rafael Kimura e Cecília Irala, abordando como ocorreram as atividades do Planetário da UNIPAMPA durante a época pandêmica.

O ano de 2022 foi o ano do retorno, e com o aprendizado do modelo virtual aliado à superação progressiva de receios ocasionados pela pandemia, a extensão universitária finalmente reencontrou seus atores principais de forma presencial. Pensando nisso e para saudar o tão almejado reencontro, a CHASQUE agora conta com uma nova identidade visual. Nela buscamos fazer referência direta ao nome do periódico ao utilizar o formato de uma haste (“chifre” animal), sendo essa uma das variações do objeto utilizado para anunciar a chegada dos mensageiros (Chasques), como são conhecidos historicamente, e que também faz menção à letra “C” (inicial do nome da revista). Além da paleta de cores transitar entre tons quentes e frios, especialmente em verde oliva, terracota, branco e amarelo, proporcionando uma abrangência moderna, mas que também se remete às origens locais da Revista, sua vegetação e seu solo, ou seja, ao Rio Grande do Sul.

Portanto, é com imensa satisfação que chegamos em mais uma edição das muitas outras que virão, e que só se fez possível com a troca de ideias e a união de pessoas que acreditam no Esperançar (como diria Paulo Freire) da educação e da cultura como ferramentas de mudança. Agradecemos aos autores, aos avaliadores, à toda equipe editorial e também aos leitores: uma ótima leitura e até o próximo lançamento!

 

Samanta Bergmam

Márcia Maria Lucchese

Publicado: 2022-12-15

Artigos

Relatos