O AUMENTO DA PRODUÇÃO DE UMA COOPERATIVA DE LEITE EM MATO GROSSO

Artigo principal Conteúdo

Sandra Regina Fontes Ribeiro Gomes
Carlos Guilherme Dorilêo Leite
Roberto Tadeu Ramos Morais

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo mostrar a análise da gestão estratégica em uma cooperativa na agricultura familiar no estado de Mato Grosso, com intuito de compreender a relação institucional e funcional entre a cooperativa, cooperados e colaboradores; entender o modelo de gestão estratégica e propor sugestões para melhoria do modelo de gestão. É um estudo de natureza qualitativa, do tipo exploratório e, para tanto, realizou-se uma revisão bibliográfica de atualização a respeito da temática, assuntos e instrumentos importantes para o desenvolvimento da gestão estratégica em cooperativas. O planejamento estratégico é um processo que envolve diversos fatores que vão da formulação até a avaliação de estratégias. Ele prevê ações e metas futuras a serem executadas e perseguidas com o auxílio de instrumentos organizacionais que busquem mais qualidade no atendimento, melhor distribuição de serviços, participação da sociedade na tomada de decisões e melhoria na busca de parcerias. A discussão sobre a temática evidenciou que o planejamento estratégico é de suma importância para a gestão estratégica em cooperativas, visto que por meio deste processo é possível definir as prioridades da atual gestão e mobilizar os atores que fazem parte da organização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
FONTES RIBEIRO GOMES, S. R.; DORILÊO LEITE, C. G.; RAMOS MORAIS, R. T. O AUMENTO DA PRODUÇÃO DE UMA COOPERATIVA DE LEITE EM MATO GROSSO. Revista Estratégia e Desenvolvimento, v. 4, n. 2, 8 jan. 2021.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Sandra Regina Fontes Ribeiro Gomes, ICOOP

Professora Mestranda, Coordenadora de Graduação do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Cooperativas da Faculdade de Ensino e Pesquisa do Cooperativismo – FEPCOOP.

Carlos Guilherme Dorilêo Leite, ICOOP

Acadêmico do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Cooperativas da Faculdade de Ensino e Pesquisa do Cooperativismo – FEPCOOP.

Roberto Tadeu Ramos Morais, ICOOP

Professor Doutor do Programa de Pós-Graduação das Faculdades Integradas de Taquara – FACCAT.

Referências

ANTONIALLI, Luiz Marcelo. Modelo de gestão e estratégias: o caso de duas cooperativas mistas de leite e café de Minas Gerais. São Paulo: FEA/USP, 2000. 163p (Tese de Doutorado).

BARBOSA, José Elber Marques. Gestão de COOPERATIVAS: um estudo relacional do modo de organização do trabalho e desempenho organizacional no ramo de transportes de pessoas. 151f. Dissertação (Mestrado em Administração). Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2010.

BIALOSKORSKI NETO, Sigismundo.; ZYLBERSZTAJN. Décio. Cooperativismo: economia de empresas e estratégias. Perspectiva Econômica, São Leopoldo, v.29, n.84, p.7-22, jan./mar.1994. (Série Cooperativismo, 35).

BOESCHE, Leonardo.; MAFIOLETTI, Robson L. Evolução e indicadores do cooperativismo brasileiro e paranaense. Curitiba: SISTEMA OCEPAR. 2005. Dinâmica das relações interpessoais / Rafael Crivelaro e Jorge YukioTakamori. - Campinas, SP: Editora Alínea, 2010 (2ª Edição). (Coleção e Administração & Sociedade).

DA SILVA, Dirceu; LOPES, Evandro Luiz; JUNIOR, Sérgio Silva Braga. Pesquisa quantitativa: elementos, paradigmas e definições. Revista de Gestão e Secretariado, v. 5, n. 1, p. 01-18, 2014.

FERREIRA, R. N. Índices-padrão e situação econômica, financeira e político-social de cooperativas de leite e café da região sul do estado de Minas Gerais. Lavras: ed UFLA, 1999.138p (Tese de Mestrado).

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. Editora Atlas SA, 2008.

LUDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. Em Aberto, v. 5, n. 31, 2011.

MARTÍNEZ, Inmaculada Buendía.; PIRES, Maria Luiza. Cooperativas e desenvolvimento rural: as recentes discussões no campo << Nova Geração de Cooperativas>>. Perspectivas econômicas, v. 34, n.103, p. 123- 137, out./ dez. 1999. (Serie Cooperativismo, 46).

MEIRELES, P. A. Ações administrativas e participação especial em cooperativa agropecuária: um estudo de caso em Minas Gerais. Lavras: ESAL, 1981. 81p. (Tese de Mestrado).

MONTEIRO, J. Amostragens probabilística e não probabilística: técnicas e aplicações na determinação de amostras. Universidade Federal Do Espírito Santo. Espirito Santo, 2012.

OLIVEIRA, Djalma P. R. Manual em gestão de cooperativas: uma abordagem prática. São Paulo: Atlas, 2001.

ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS BRASILEIRAS (OCB). O cooperativismo no Brasil. Brasília, 2013.

MLADENATZ, Gromoslav. HISTÓRIA DAS DOUTRINAS COOPERATIVISTAS, Editora CONFEBRAS, 2003.

RICCIARDI, L.; LEMOS, R. J. Cooperativa, a empresa do século XXI. São Paulo: LTR, 1986.

SOUSA, D. N; AMODEO, N. B. P; MACEDO, A. S. O atual modelo de captação de leite é adequado: Compreendendo a articulação agroindustrial no modelo federado de cooperativas. In: MILAGRES, C. S. F; SOUSA, D. N (Orgs.). Cooperativismo, Extensão Rural e Processos Participativos. 1 ed. Palmas: EDUFT, 2014 v. 1, p. 19-36.

ROBERT, Y. I. N. et al. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2001.

VANDERLEI, Elcio Piazzi Carvalho; GIL, Antônio Carlos. A gestão de cooperativas de leite no Brasil: o caso FONTERRA. 2006. Tese de Doutorado. Dissertação de mestrado. Programa de Pós Graduação de Administração. Universidade Municipal de São Caetano do Sul–IMES, Campus II.

ZYLBERSZTAJN, Décio. Organização de cooperativas: desafios e tendências. Revista de Administração, v. 29, n. 3, p. 23-32, 1994.