AGRICULTURA ORGÂNICA: UM OLHAR COM RELAÇÃO A ECONOMIA INSTITUCIONAL E A PRÁTICA DO ISOMORFISMO

Artigo principal Conteúdo

Ana Paula Alf Lima Ferreira
Douglas Padilha de Padilha

Resumo

O presente buscou evidenciar a abordagem da economia institucional e do isomorfismo, junto a estudos de sistemas de produção orgânica. Assim, realizou-se uma pesquisa sistemática junto a base da Scopus no fim do mês de novembro de 2019, a partir dos termos chaves: Agricultura (agric), Orgânico (Organic), Economia Institucional (Institutional economy) e Isomorfismo (Ismorphism). Como filtro de busca optou-se apenas por analisar   artigos completos. A análise dos dados deu-se com auxílio do software VOSviewer, o qual permite a construção e visualização de redes bibliométricas, a partir da mineração de texto. Com relação aos resultados encontrados, evidenciou-se a formação de quatro clusters, aonde  cluster azul, aglomerou os termos chaves e mais recorrentes ligados a agricultura orgânica, o cluster vermelho o qual pondera com relação aos ademais  sistemas ligados a agricultura orgânica, como por exemplo os agroecológicos, o cluster  verde, o qual aponta atributos relacionados aos fatores de produção e ao  próprio  objetivo da  produção de uma forma em geral e o cluster amarelo aponta fatores ligado ao manejo da agricultura. Nota-se  que é notória a prática do isomorfismo junto aos estudos analisados ao passo que os mesmos  estão caminhando em direção da similaridade entre seus pares, seja para obter legitimidade ou vantagem competitiva, ou simplesmente para criar sua identidade;  Bem como pode-se perceber o uso de práticas ligadas a economia institucional, principalmente no que tange a  busca pela criação ou normatização de regras e por  melhorias junto as práticas de transações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
ALF LIMA FERREIRA, A. P.; PADILHA DE PADILHA, D. AGRICULTURA ORGÂNICA: UM OLHAR COM RELAÇÃO A ECONOMIA INSTITUCIONAL E A PRÁTICA DO ISOMORFISMO. Revista Científica Agropampa, v. 1, n. 1, p. 54-65, 13 fev. 2020.
Seção
Artigos