EVOLUÇÃO E DIFERENCIAÇÃO DOS SISTEMAS AGRÁRIOS: A SITUAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR DE CERRO LARGO E SALVADOR DAS MISSÕES

Artigo principal Conteúdo

Jeferson Tonin
José Tobias Marks Machado
Daniela Garcez Wives

Resumo

A partir dos anos 2000, inúmeras políticas públicas foram formuladas e direcionadas para o público que hoje compõe a agricultura familiar no Brasil. No entanto, a recente extinção do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), criado em 2002, e que possuía como um dos públicos alvo os agricultores familiares, tem suscitado muitas incertezas e preocupações quanto ao futuro da agricultura familiar enquanto categoria social. Além disso, é plausível pontuar que em termos de análise sobre o desenvolvimento da agricultura familiar são raros os trabalhos que tenham como escopo elucidar as especificidades envoltas aos processos de exclusão social entre essa categoria. Objetiva-se com este trabalho, analisar a evolução e diferenciação da agricultura de Cerro Largo e Salvador das Missões, ambos localizados no noroeste do RS. Este esforço foi realizado através de uma revisão da literatura já produzida sobre o tema. A reconstrução da história da agricultura de Cerro largo e Salvador das Missões permitiu perceber as grandes dinâmicas pelas quais passou a agricultura ao longo do tempo. Embora alguns estudos tenham salientado uma necessidade de aprofundamento na intensificação produtiva para desenvolver o rural brasileiro, essa é apenas uma forma, no nosso entendimento, de se aumentar as disparidades sociais e de se gerar uma maior exclusão produtiva, além de potencializar problemas ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
TONIN, J.; MARKS MACHADO, J. T.; GARCEZ WIVES, D. EVOLUÇÃO E DIFERENCIAÇÃO DOS SISTEMAS AGRÁRIOS:. Revista Científica Agropampa, v. 1, n. 1, 16 jul. 2019.
Seção
Artigos