Produção e Comercialização de Cítricos em Santana do Livramento/RS

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Mauro Barcellos Sopeña
João Garibaldi Almeida Viana
André Devecchi de Freitas

Resumo

A produção local de citros, especialmente de laranja, apresentou crescimento significativo na região da Fronteira Oeste Gaúcha a partir do ano de 2013, por ocasião de investimento realizado por empresários com apoio de entidades regionais públicas e privadas. A atividade concorre para a diversificação produtiva da região e, neste sentido, altera o cenário local e sua dinâmica. Assim, o artigo tem o objetivo de investigar as formas de comercialização de cítricos no município de Santana do Livramento/RS, região Fronteira Oeste. Em complemento, analisar as diferentes transações executadas pelo produtor. Em termos metodológicos, considerando a elevada concentração da produção em um único empreendimento, realizou-se um estudo de caso. Do ponto de vista teórico, a literatura sobre comercialização e agronegócios, combinada com a abordagem da economia das organizações, foi empregada na análise das relações e decisões dos agentes econômicos do mercado. Os resultados demonstram tendência à verticalização da produção, com significativa participação do produtor no mercado local e importantes entraves institucionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
BARCELLOS SOPEÑA, M.; GARIBALDI ALMEIDA VIANA, J.; DEVECCHI DE FREITAS, A. Produção e Comercialização de Cítricos em Santana do Livramento/RS. Revista Estratégia e Desenvolvimento, v. 6, n. 1, 9 nov. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Mauro Barcellos Sopeña, Universidade Federal do Pampa

Graduado em Ciências Econômicas pela UCPel (1995). Mestre em Planejamento do Desenvolvimento pela UFPA (1997). Doutor em Extensão Rural e Desenvolvimento pela UFSM (2016). Professor Adjunto da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Áreas de interesse: Contratos Agroindustriais, Economia Rural e Economia das Organizações. 

João Garibaldi Almeida Viana, Universidade Federal do Pampa

Professor Associado da Universidade Federal do Pampa, Campus Santana do Livramento. Atua na UNIPAMPA em cursos de graduação em Administração, Ciências Econômicas, Gestão Pública, com foco em disciplinas de Métodos Estatísticos, Agronegócios, Economia Rural e Economia Institucional. Ainda, é Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA/UNIPAMPA), na linha de Organizações e Desenvolvimento, e do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural (PPGExR/UFSM), na linha de Dinâmicas Econômicas e Organizacionais na Agricultura. Tem como linhas de pesquisa: Economia Agrária, Gestão dos Mercados Agroalimentares e Economia Institucional.

André Devecchi de Freitas, Universidade Federal do Pampa

Economista pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA).

Referências

ATLAS SOCIOECONOMICO DO RIO GRANDE DO SUL. Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão. Laranja e Tangerina: o RS é o quarto maior produtor de tangerina no Brasil. 5ª. Ed. 2020. Disponível em < https://atlassocioeconomico.rs.gov.br/laranja-e-tangerina#:~:text=O%20Rio%20Grande%20do%20Sul,Uruguai%20e%20na%20Campanha%20ga%C3%BAcha.> Acesso em 14 de set de 2020.

BESANKO, D. A economia da estratégia. São Paulo: Bookman Editora, 2006.

CASTILHO, F. Organização dos produtores para a comercialização da laranja: o caso do pool de produtos de Matão-SP. Dissertação de Mestrado. 2006.

COREDE. Secretaria de Governança e Gestão Estratégica. Estado do Rio Grande do Sul. Coredes: Conselhos Regionais de Desenvolvimento. Disponível em < https://governanca.rs.gov.br/coredes > Acesso em 17 de set de 2020.

COASE, R.H. The Nature of the Firm. Economica, v.4, November, 1937.

DE ALMEIDA, R. Estudo de caso: foco temático e diversidade metodológica. In: Métodos de pesquisa em ciências sociais: bloco qualitativo. São Paulo: CEBRAP, 2016.

EMBRAPA. Cultivares apirênicas de citros recomendadas para o Rio Grande do Sul. Embrapa Clima Temperado-Documentos (INFOTECA-E), 2008.

FREITAS, W.; JABBOUR, C. Utilizando estudo de caso (s) como estratégia de pesquisa qualitativa: boas práticas e sugestões. Revista Estudo & Debate, v. 18, n. 2, 2011.

ITO, N. Poder na formação do arranjo institucional do sistema agroindustrial citrícola paulista. 2014. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

LOPES, F. et al. Analysis of the transactions between citriculturists and the citrus fruit processing industries. In: Congresso Internacional de Economia e Gestão de Redes Agroalimentares. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade. 2003.

MARINO, M.; AZEVEDO, P. Avaliação da intervenção do sistema brasileiro de defesa da concorrência no sistema agroindustrial da laranja. Gestão & Produção, v. 10, n. 1, p. 35-46, 2003.

MARTINS, G. Estudo de caso: uma reflexão sobre a aplicabilidade em pesquisas no Brasil. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 2, n. 2, p. 8-18, 2008.

MELLO, F. Formas plurais de governança no complexo agroindustrial citrícola: análise dos produtores de laranja da microrregião de Bebedouro/SP. Tese de Doutorado. 2008.

NEVES, M.; TROMBIN, V. Anuário da citricultura 2017. São Paulo: CitrusBR, 2017.

NEVES, M. et al. O retrato da citricultura brasileira. Ribeirão Preto: CitrusBR, 2010.

PANORAMA AGROPECUÁRIO. In: JORNAL A PLATEIA. Produção de laranjas: entrevista com o proprietário Marcos Moraes. Rádio RCC. 2020. Disponível em: . Acesso em: 23 de maio de 2020.

PAULILLO, L.; NEVES, M. Análise das estruturas de governança de compra de laranja dos maiores packing houses no estado de São Paulo: um estudo multicasos sobre arranjos híbridos. Organizações Rurais & Agroindustriais, v. 17, n. 4, p. 461-478, 2015.

PALMIERI, F. A competitividade das firmas de suco de laranja de pequeno porte no estado de São Paulo. Dissertação de Mestrado. Universidade de São Paulo. 2018.

PIATO, M. As restrições à cadeia produtiva da laranja no estado do Rio Grande do Sul na visão dos seus" atores chave". (Dissertação de Mestrado. CEPAN, UFRGS) 2014.

SABES, J.; DE SOUZA FILHO, H. Análise da Influência dos Principais Aspectos do Ambiente Institucional para o Desempenho Competitivo do Agrossistema da Laranja do Estado do Paraná. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, v. 3, n. 2, p. 179-199, 2010.

SOMBRA, K. et al. A citricultura como instrumento de preservação da agricultura familiar no semiárido cearense, Brasil. Revista de Extensão e Estudos Rurais, v. 7, n. 1, p. 353-372, 2018.

SOPEÑA, M. Comportamento oportunista em contratos agroindustriais: um exame multicaso-fuzzy para o estado do Rio Grande do Sul. Tese de Doutorado. Santa Maria, 2016.

TRINDADE, L. Laranjas produzidas no município fortalecem a economia local. Jornal A Plateia, Santana do Livramento. 14 jul 2018.

TRINDADE, L. Evento marca a abertura da colheita da laranja no munícipio. Jornal A Plateia, Santana do Livramento. 14 mai 2019.

VIANA, J.; WAQUIL, P. Instituições, regras e hábitos: proposições teóricas e aplicadas para estudos rurais. Curitiba: CRV, 2020.

WILLIAMSON, O.E. The theory of the Firm as Governance Structure: from choice to contract. Journal of economic perspectives, 16(3), 171-195. 2002.
YAZAN, B. et al. Três abordagens do método de estudo de caso em educação: Yin, Merriam e Stake. Revista Meta: Avaliação, v. 8, n. 22, p. 149-182, 2016.

YIN, R. Estudo de Caso, planejamento e métodos. 2.ed. São Paulo: Bookman, 2001.

ZYLBERSZTAJN, D. Papel dos contratos na coordenação agro-industrial: um olhar além dos mercados. RER, Rio de Janeiro, v.43, n.3, p.385-420, jul./set. 2005.