Para Além das Estruturas a Contribuição dos Clássicos da Filosofia do Processo para os Estudos Organizacionais

Artigo principal Conteúdo

Igor B. O. Medeiros
Camila Furlan da Costa

Resumo

A preocupação com a estrutura organizacional está presente nos Estudos Organizacionais (EO), pois, ao longo do tempo, a abordagem mais utilizada para entender as organizações tem sido a partir do conceito de estrutura, sendo que, por muito tempo, organização e estrutura foram trabalhadas como sinônimos. Neste ensaio, propomo-nos realizar um resgate histórico das origens ontológicas e epistemológicas da abordagem processual que fez emergir novas lentes para considerar o sujeito e sua ação, buscando alternativas para ir além das estruturas. Apresentamos as ideias da filosofia do processo de Henri Bergson, o rizoma de Gilles Deleuze e Felix Guattari, o campo aberto de Robert Cooper, e a produção de sentido de Karl Weick. O resgate histórico permitiu compreender que adotar uma perspectiva processual nos EO é uma forma de tentar compreender o homem em ação e não apenas representar a realidade a partir de um frame.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
MEDEIROS, I. B. O.; COSTA, C. F. DA. Para Além das Estruturas. Revista Estratégia e Desenvolvimento, v. 4, n. 1, 14 ago. 2020.
Seção
Artigos