ALFORRIAS E ABOLICIONISMO NO MUNICÍPIO DE SÃO BORJA (1839 -1887)

Artigo principal Conteúdo

Anderson Romário Pereira Corrêa
Marcio Jesus Ferreira Sônego
Érika Dal Carobo Viana
Igor Darci Campos Araújo

Resumo

O presente artigo estuda as alforrias “concedidas’ no município de São Borja entre 1839 e 1887. Pretende-se comparar os tipos de alforrias de São Borja com as alforrias realizadas em Alegrete e Porto Alegre. Estudos sobre o abolicionismo na Província de Rio Grande de São Pedro, afirmam que, em 1884, várias cidades, incluindo Porto Alegre e São Borja, já estavam livres da escravidão. Os resultados preliminares desta pesquisa apontam para a necessidade de se discutir os tipos de alforrias que foram concedidas. As principais fontes desta pesquisa são as “cartas de liberdade” do município de São Borja do período de 1839 à 1887. Utilizou-se de método quantitativo com a utilização de gráficos para expor os resultados e  a comparação dos resultados obtido pra São Borja com o resltado de pesquisas sobre outras cidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
ROMÁRIO PEREIRA CORRÊA, A.; JESUS FERREIRA SÔNEGO, M.; DAL CAROBO VIANA, ÉRIKA; DARCI CAMPOS ARAÚJO, I. ALFORRIAS E ABOLICIONISMO NO MUNICÍPIO DE SÃO BORJA (1839 -1887). Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 5, n. 2, 4 mar. 2020.
Seção
Artigos