A Política Externa de Shinzō Abe (2012-2019): uma nova orientação japonesa

Artigo principal Conteúdo

Maurício Luiz Borges Ramos Dias
Anna Carletti

Resumo

O presente artigo possui como objetivo geral compreender a condução da política externa japonesa de Shinzō Abe a partir de sua eleição como primeiro-ministro do Japão em 2012 até 2019. Concomitantemente a esse período, tem-se como objetivos específicos examinar o processo de remilitarização japonês, analisar as políticas econômicas aplicadas através das Abenomics e, por fim, investigar como a política externa de Abe afetaram as relações japonesas com os Estados Unidos, China, Coreia do Sul e Coreia do Norte. Nesse sentido, a hipótese desse trabalho é a de que, apesar de Abe estar construindo uma política externa japonesa mais assertiva, o Japão está criando fricções geopolíticas em seu entorno. Como resultado, o Japão se fortaleceu militarmente diante da conjuntura regional, aplicou diversas políticas econômicas usadas para seu crescimento e, até mesmo, favorecimento do partido de Abe, assim como gerou o afastamento japonês na península coreana ao passo que a relação de Abe com Xi Jinping e Donald Trump se manteve sem grandes atritos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
BORGES RAMOS DIAS, M. L.; CARLETTI, A. A Política Externa de Shinzō Abe (2012-2019): uma nova orientação japonesa. Cadernos de Relações Internacionais e Defesa, v. 2, n. 2, p. 23-43, 15 jul. 2020.
Seção
Artigos