Sobre a Revista

Os objetivos da Revista Chasque guardam relação direta com os fins almejados pela Política Nacional de Extensão Universitária e pelas Leis nº 9.394/1996 (Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional — LDB) e nº 11.640/2008 (Institui a Fundação Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA e dá outras providências). Assim, de maneira geral, objetiva-se divulgar as ações da extensão universitária de forma a favorecer a publicização das atividades extensionistas tanto na forma científica e técnica quanto na divulgação das boas práticas de extensão.

Dessa forma, a revista pretende divulgar a produção de conhecimento das diferentes culturas, dedicar-se a ampliar a dimensão de processos de saberes e fazeres de todas as áreas sem abrir mão da análise e das reflexões sobre os fundamentos, conceitos e experiências extensionistas promovendo a indissociabilidade entre a pesquisa, o ensino e a extensão universitária.

Entre os objetivos específicos, esses visam fortalecer a Política Nacional de Extensão Universitária, e podem ser classificados em:

I. Intensificar a prática da extensão: de forma a divulgar as importantes práticas extensionistas realizadas nas Universidades definidas como um processo acadêmico, indispensáveis na formação acadêmica, na qualificação do corpo docente e no seu intercâmbio com a realidade.

II. Conquistar o reconhecimento: a divulgação das práticas extensionistas podem contribuir para que a Extensão Universitária seja parte da solução dos grandes problemas sociais do País e que possam ter o reconhecimento por parte do Poder Público e da sociedade brasileira uma vez que essa vem com uma nova concepção de Universidade Pública e de seu projeto político-institucional. O reconhecimento permite criar condições para que a Universidade participe na elaboração, avaliação e implementação das políticas públicas voltadas para a maioria da população.

III. Promover o espaço de conhecimento: o espaço de divulgação proporciona o conhecimento e assim, pode prover uma maior unidade aos programas temáticos que se desenvolvem no âmbito das Universidades brasileiras. Também, pretende-se estimular atividades que relacionam ações entre as diferentes disciplinas e interprofissionais entre os setores da Universidade e da Sociedade.

IV. Defender um financiamento público, transparente e unificado: através da divulgação das ações extensionistas com boas ações na forma de utilização dos recursos públicos.

V. Apresentar práticas relativas a temas tecnológicos, sociais e ambientais que visam o desenvolvimento de uma sociedade mais comprometida com o meio ambiente e a sociedade.

VI. Divulgar as práticas extensionistas de forma a produzir o registro e promover a valorização dos diferentes saberes oriundos das diferentes culturas.