UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL IFSUL CAMPUS PELOTAS

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Camila Rodrigues de la Rocha
Adriana Duarte de Leon

Resumo

Este estudo aborda a consolidação da assistência estudantil no câmpus Pelotas, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense – IFSul. O objetivo do estudo é abordar a constituição e o desenvolvimento da assistência estudantil no câmpus Pelotas, após a implementação do Programa Nacional de Assistência Estudantil - PNAES, criado pelo Decreto nº 7.234/2010, do Governo Federal. De forma complementar, o estudo tem o objetivo de investigar a constituição histórica da Assistência estudantil no câmpus Pelotas - IFSul, que surgiu, em 1917, como Escola de Artes e Ofícios de Pelotas. O estudo apresenta uma abordagem qualitativa, com enfoque historiográfico, e prioriza a análise documental, considerando as legislações que subsidiam a criação da assistência estudantil na instituição. O trabalho observa o câmpus Pelotas como espaço de pesquisa, aborda a história da educação profissional e sua implementação na cidade de Pelotas, a descrição e análise do PNAES como política de assistência estudantil e sua implementação no câmpus. Conclui que as mudanças, na educação profissional, ao longo dos anos, resultaram no reconhecimento da assistência aos estudantes socioeconomicamente vulneráveis como um direito, se contrapondo à ideia de assistencialismo, que fundamentou a criação da assistência estudantil no ensino profissional no Brasil e em Pelotas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
RODRIGUES DE LA ROCHA, C.; DUARTE DE LEON, A. UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL IFSUL CAMPUS PELOTAS. Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 7, n. 3, p. 156-172, 11 fev. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Camila Rodrigues de la Rocha, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense

Mestranda do Curso de Mestrado Profissional em Educação e Tecnologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense – Campus Pelotas. Pesquisa sobre História da Educação na Assistência Estudantil.

Adriana Duarte de Leon, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense

Professora do Programa de Pós Graduação em Educação em Educação e do Curso de Formação Pedagógica para Graduados não Licenciados do IFSUL/Campus Pelotas. Desenvolve pesquisas no campo da história da educação, considerando os seguintes temas: educação profissional, formação e profissão docente. 

Referências

BRASIL. Decreto nº 7.234, de 19 de julho de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil. < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7234.htm> Acesso em 28 dez 2020.

CUNHA, Luiz Antônio. O ensino de ofícios artesanais e manufatureiros no Brasil escravocata. Editora UNESP, São Paulo, 2000.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE. Histórico. [2015]. Disponível em: http://www.ifsul.edu.br/historico/ Acesso em 06 nov. 2019.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE (Pelotas). Resolução nº 139 de 4 de dezembro de 2012. Aprova o Regimento da Câmara de Assistência Estudantil do IFSul. Disponível em Acesso em 20 jan. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE (Pelotas). Resolução nº 56 de 2 de julho 2015. Aprova o Regulamento da Política de Assistência Estudantil do IFSul. Disponível em Acesso em 20 jan. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE (Pelotas). Resolução nº 1 de 25 de outubro de 2017. Estabelece as normas para a utilização dos auxílios previstos no Regulamento da Política de Assistência Estudantil não considerados prioritários. Disponível em Acesso em 20 jan. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE (Pelotas). Resolução nº 2 de 25 de outubro de 2017. Estabelece os parâmetros para o pagamento da bolsa de auxílio transporte. Disponível em Acesso em 20 jan. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE (Pelotas). Portaria 1874 de 17 de julho de 2017. Estabelece normas para a concessão de benefícios da Política de Assistência Estudantil aos discentes do IFSul. Disponível em Acesso em 20 jan. 2021.

MANFREDI, Silvia Maria. Educação Profissional no Brasil: atores e cenários ao longo da história. Paco Editorial, Jundiaí, 2016.

MARTINS, Mônica de Souza Nunes. A arte das corporações de ofícios: as irmandades e o trabalho no Rio de Janeiro. Clio – Revista de pesquisa Histórica, Recife v. 30, n. 1, p. 1-28, 2012. Disponível em < https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaclio/article/view/24350> Acesso em 20 jul. 2021.

MEIRELES, Ceres Mari da Silva. Escola de Artes e Officios de Pelotas: a longa espera dos “desfavorecidos da fortuna”. In: ENCONTRO SUL-RIO-GRANDENSE DE PESQUISADORES EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 8, 2002, Gramado. Anais eletrônicos ASPHE. Gramado: ASPHE, 2002. p. 249 - 258. Disponível em < http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2136> Acesso em 20 jul. 2021.

SANTOS, Jailson Alves dos. A trajetória da educação profissional. In: LOPES, Eliane M. T.; FARIAS FILHO, Luciano M.; VEIGA, Cyntia G. (Org.). 500 anos de educação no Brasil. 4ª ED. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 205-224.