AUTONOMIA E AUTORIA DURANTE A PRODUÇÃO DE VÍDEOS REALIZADA POR ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Adriano Edo Neuenfeldt
http://orcid.org/0000-0001-5043-1800
Rogério José Schuck
http://orcid.org/0000-0001-9275-9193
Tânia Micheline Miorando
http://orcid.org/0000-0003-2934-5478

Resumo

Este trabalho busca apresentar a partir do recorte de uma tese de doutoramento, subsídios que contribuíram com o processo de autoria e autonomia dos estudantes. A proposta envolveu 434 estudantes de uma Instituição de Ensino Superior do sul do Brasil que produziram vídeos como Objetos Digitais de Ensino e de Aprendizagem Potencialmente Significativos (ODEAPSs). Metodologicamente trata-se de um estudo de caso com abordagem qualitativa. A coleta dos dados foi realizada no decorrer das atividades com auxílio de anotações realizadas pelo professor num diário de campo, de questionários realizados no Google Forms e pela própria produção dos estudantes através de portfólios. Quanto ao estudo analítico, realizou-se uma análise de conteúdo principalmente no que tange às categorizações. No que diz respeito aos resultados obtidos a partir da proposta e que contribuíram para a autonomia e autoria dos estudantes destacam-se: uma predisposição para aprender mediada pelo professor; o desenvolvimento de atividades em equipe compartilhando saberes; a importância da pesquisa e da exploração dos conteúdos, conjuntamente com uma organização detalhada e, por fim, uma otimização das tecnologias digitais utilizadas no processo de produção dos vídeos como ODEAPSs como meios para pesquisar, organizar atividades e proporcionar a interação entre os estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
NEUENFELDT, A. E.; SCHUCK , R. J.; MIORANDO , T. M. AUTONOMIA E AUTORIA DURANTE A PRODUÇÃO DE VÍDEOS REALIZADA POR ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR. Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 7, n. 3, p. 50-64, 7 fev. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Adriano Edo Neuenfeldt, UNIVATES/RS

Doutorado em Ensino pela Universidade do Vale do Taquari-RS.  Mestrado em Educação pela UFSM. Especialista em Tecnologias da Informação e da Educação Aplicadas à Educação pela UFSM. Licenciado em Matemática pela UFSM. Bacharelado em Desenho e Plástica pela UFSM.

Rogério José Schuck , UNIVATES/RS

Doutorado em Filosofia pela PUCRS. Professor Titular na Univates junto aos PPGEnsio e PPGECE. Coordenador do Mestrado e Doutorado em Ensino da Univates. Integrante da equipe da pesquisa “O ensinar da infância à idade adulta: olhares de professores e alunos” (Univates) e "Ensinando, aprendendo e desenvolvendo produtos educacionais nas Ciências" (Univates).

Tânia Micheline Miorando , UFSM/RS

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria/UFSM; Professora Adjunta no Departamento de Educação Especial, Centro de Educação, da UFSM; Vice-Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação e Imaginário Social - GEPEIS/CNPq.

Referências

AMBRÓSIO, M. O uso do portfólio no Ensino Superior. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes 2013.

ANGROSINO, M. Etnografia e observação participante. Porto Alegre: Artmed, 2009. E-book. Disponível em: https://www.univates.br/biblioteca. Acesso em: 01 dez. 2019.

ANASTASIOU, L. das G. C.; ALVES, L. P. Estratégias de ensinagem. In: ANASTASIOU, L. das G. C.; ALVES, L. P. (Orgs.). Processos de ensinagem na universidade. Pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. 3. ed. Joinville: Univille, 2003. p. 67-100.

AUSUBEL, D. P. The psychology of meaningful verbal learning. New York: Grune and Stratton, 1963.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BERNARDES, C; MIRANDA, F. B. Portefólio: uma escola de competências. Porto: Porto Editora, 2003.

BORBA, M. de C.; OECHSLER, V. Tecnologias na educação: o uso dos vídeos em sala de aula. Revista Brasileira de Ensino, Ciência e Tecnologia, Ponta Grossa, v. 11, n. 2, mai./ago., p. 181-213, 2018.

BORBA, M. de C.; DA SILVA, R. S.R.; GADANIDIS, G. Fases das tecnologias digitais em Educação Matemática: sala de aula e internet em movimento. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2018. (Coleção Tendências em Educação Matemática).

DEMO, P. Aprender como autor. São Paulo: Atlas, 2015.

LÉVY, P. Cibercultura. Trad. Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 2010.

MASETTO, M. T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 10. ed. Campinas: Papirus, 2000

MOREIRA, M. A.; MASSONI, N.T. Noções básicas de Epistemologias e Teorias de Aprendizagem como subsídios para a organização de sequências de ensino-aprendizagem em ciências/física. São Paulo: Livraria da Física, 2016.

NEUENFELDT, A. E.,et al. A produção de vídeos como estratégia de ensino e de aprendizagem para estimular a autonomia e a autoria de estudantes no Ensino Superior. In: DA SILVA, A. J. N.; FRANÇA, T. A.; AMARAL, T. S. (Orgs.). A educação dos primórdios ao século XXI: perspectivas, rumos e desafios 3. 1a ed. Ponta Grossa-PR: Atena, p. 116-129, 2021. Disponível em: https://www.atenaeditora.com.br/post-ebook/3875. Acesso em: 25 jun. 2021.

NEUENFELDT A. E. et al. Contribuições de uma proposta de produção de vídeos no Ensino Superior para a autonomia e autoria dos estudantes. In: JUNIOR, J. B. B. (Org.) Anais do II Simpósio Internacional e V Nacional de Tecnologias Digitais na Educação. São Luís: EDUFMA, p. 2479-2490, 2020. Disponível em: https://doity.com.br/sntde2020. Acesso em: 25 jun. 2021.

NEUENFELDT, A. E. Produção de Vídeos Como Objetos Digitais de Ensino e de Aprendizagem Potencialmente Significativos (ODEAPSs) nas Ciências Exatas: limites e possibilidades. 2020. Monografia (Doutorado) – Curso de Ensino, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, RS 06 mar. 2020. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2020.

PRENSKY, M. Digital natives, digital immigrants. On the Horizon. NBC University Press, v. 9, n. 5, oct. 2001, texto digital. Disponível em: . Acesso em: 04 nov. 2018.

SANTAELLA, L. Navegar no ciberespaço: o perfil cognitivo do leitor imersivo. São Paulo: Paulus, 2016. (Coleção Comunicação).

TAROUCO, L. M. R.; et. al. (Orgs.). Objetos de Aprendizagem: teoria e prática. Evangraf: Porto Alegre, 2014.

THIOLLENT, M. A inserção da pesquisa-ação no contexto da extensão universitária. In: BRANDÃO, C. R.; STRECK, D. R. (Orgs.). Pesquisa participante: o saber da partilha. 2. ed. Aparecida, SP: Ideias Et. Letras, p. 151–165, 2006.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.