STUDENTS OF THE WORLD: INGLÊS E TECNOLOGIA EM SALA DE AULA

Artigo principal Conteúdo

Bruna de Oliveira Maia Bruna de Oliveira Maia

Resumo

O presente artigo descreve o uso das tecnologias e o desenvolvimento da autonomia no aprendizado de uma língua adicional através de pesquisa bibliográfica. Além disso, apresenta a análise do desenvolvimento do projeto Students of the world realizado com três turmas de alunos do 6º ano regular e com uma turma de alunos da Educação de Jovens e adultos (EJA) da mesma seriação de uma escola municipal de Porto Alegre. O projeto apresentado busca demonstrar como o uso de tecnologias na aula de inglês é uma ferramenta para o desenvolvimento da autonomia do aluno no aprendizado da língua inglesa. As conclusões do trabalho demonstram de que forma o uso da tecnologia na aula de língua adicional coloca os alunos na posição de sujeitos autônomos que, quando necessário, buscam soluções junto com o professor para desenvolver seu aprendizado. Da mesma forma, mostra o papel do professor quando as tecnologias e o desenvolvimento da autonomia estão presentes em sala de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
BRUNA DE OLIVEIRA MAIA, B. DE O. M. STUDENTS OF THE WORLD: INGLÊS E TECNOLOGIA EM SALA DE AULA . Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 6, n. 4, p. 70-83, 29 abr. 2021.
Seção
Artigos

Referências

REFERÊNCIAS
SONEGO, Anna Helena Silveira;, BEHAR, Patrícia Alejandra Behar. M-learning: Reflexões e Perspectivas com o uso de aplicativos educacionais. In: Nuevas ideas en Informática Educativa TISE, v. 11, p. 521-526. 2015.2015.

COUTINHO, Cátia Denise. A importância das mídias na educação e no ensino da língua estrangeira (inglês). 45 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.20112.

SABATINE, Edna Aparecida Pitelli. Leitura Crítica da mídia no ensino fundamental. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2013.

BARROS, Júlia Maria Antunes. O Ambiente virtual como um espaço para a autonomia na aprendizagem de línguas. 157 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Universidade de Brasília, Brasília, 2011.BARROS, Julia Maria Antunes. O Ambiente virtual como um espaço para a autonomia na aprendizagem de línguas. (Dissertação de mestrado em Linguística Aplicada) Brasília, 2011.

SCHLATTER,Margarete. Línguas adicionais na escola: Aprendizagem colaborativa em inglês. Porto Alegre: Edelbra, 2012.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: sSaberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2018.

SANTOS, Yádini do Canto Winter dos. O uso de tecnologias no ensino de língua estrangeira através da pedagogia de projetos: uma reflexão. 47 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) – Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

DOMICIANO, Regina Maria Guarnier;. SANTOS, Cláudia Broietti dos. Autonomia em aprendizagem de línguas estrangeiras (Inglês): Uma análise dos deslocamentos do conceito e das práticas pedagógicas. InN: FILE II - II Fórum Internacional de ensino de Línguas Estrangeiras. Pelotas: UFPEL, UCPEL 2003: p. 50-69


KENSKI, Vania Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Disponível em: . Acesso em: 20 de set.etembro de 2020.