ENSINO DE SOCIOLOGIA EM QUESTÃO: 'O TRABALHO ADOECE?'

Artigo principal Conteúdo

WILIAN MARQUES DIAS

Resumo

Ao interrogarmos pessoas comuns sobre o que é trabalho, podemos perceber variadas tentativas de resposta a esse questionamento. Nas concepções comuns possíveis de trabalho, nota-se, em geral, que o próprio trabalho aparece enquanto diretamente associado, em muito, somente àqueles seus aspectos mais concretamente perceptíveis ao sujeito; ou seja, aparece em seu caráter fenomênico, enquanto local e/ou tipo de atividade que se realiza em vias de salário. Dessa forma, podemos perceber que, ao trabalhador, a relação de subordinação de si e de suas capacidades corpóreas à produção de bens e valores para um outro lhe aparece como uma relação natural. Com a presente pesquisa buscamos realizar uma revisão bibliográfica que nos auxilie a compreender o efeito do conjunto de alterações que a sociedade presenciou em seu modelo produtivo e que tornaram mais nítidas as prerrogativas de organização do trabalho para além das técnicas de produção material. Estas alterações permitiram a ação sobre a própria subjetividade do trabalhador, invadindo o campo subjetivo do sujeito que trabalha com discursos empresariais para a transformação de valores e concepções do sujeito sobre o trabalho, marcando a era da gestão de pessoas e dos adoecimentos psicoemocionais relacionados ao trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
MARQUES DIAS, W. ENSINO DE SOCIOLOGIA EM QUESTÃO: ’O TRABALHO ADOECE?’. Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 6, n. 4, p. 273-297, 29 abr. 2021.
Seção
Artigos

Referências

ANTUNES, R.; PRAUM, L. “A sociedade dos adoecimentos no trabalho”. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 123, p. 407-427, jul./set. 2015.

ANTUNES, R. Adeus ao Trabalho? Ensaios sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. Editora Cortês. 11. ed. 2000.

DEJOURS, C. A Loucura do Trabalho: Estudo de Psicopatologia do Trabalho. 5. ed. 12ª reimpr. São Paulo: Cortez – Oboré, 1992.

DIAS, W. M. Ensino de Sociologia em Questão: ‘O Trabalho Adoece?’, 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/192578. Acesso em: 10 nov. 2020

DURKHEIM, E. Da divisão do trabalho social / Emile Durkheim; Trad.: Eduardo Brandão. – 2. ed. – São Paulo: Martins Fontes. 1999 (Coleção Tópicos).

LUKÁCS, G. As bases ontológicas do pensamento e da atividade do homem. Temas de Ciências Humanas, Trad.: Carlos Nelson Coutinho, São Paulo: Livraria Editora Ciências Humanas, n. 4, p. 1-18, 1978.

MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos / Karl Marx; Tradução, apresentação e notas: Jesus Ranieri. – [4ª reimpr.]. - São Paulo: Boitempo, 2010.

MUSSE, R. “Apontamentos sobre o nascimento da Sociologia”. Blog da Editora Boitempo. 23 de nov. 2012. Disponível em: https://blogdaboitempo.com.br/2012/11/23/apontamentos-sobre-o-nascimento-da- Sociologia/. Acesso em: 20 jan. 2020.

WEBER. M. A ética protestante e o “espírito” do capitalismo / Max Weber; Trad.: José Marcos Mariani de Macedo; revisão técnica, edição de texto, apresentação, glossário, correspondência vocabular e índice remissivo: Antônio Flávio Pierucci. – São Paulo: Companhia das Letras, 2004.