Do conceito de desenvolvimento à cooperação internacional como uma agenda de política externa: considerações teóricas e conceituais

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Leandro Carlos Dias Conde

Resumo

O presente artigo objetiva analisar o campo da cooperação internacional para o desenvolvimento (CID), tal como foi constituído no pós-Segunda Guerra Mundial. Para tanto, mostraremos, em perspectiva histórica, como o conceito de desenvolvimento é central para entender a força simbólica que sustenta o discurso da cooperação internacional para o desenvolvimento ainda nos dias de hoje. Argumenta-se que a promoção do desenvolvimento no Sul esteve diretamente associada aos interesses da política externa dos países do Norte. A hipótese aqui aventada é de que a CID se trata, ao mesmo tempo, de uma agenda de política externa e de uma inovação de seu tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DIAS CONDE, L. C. Do conceito de desenvolvimento à cooperação internacional como uma agenda de política externa: considerações teóricas e conceituais. Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 7, n. 2, p. 193-212, 25 out. 2021.
Seção
Artigos

Referências

CURADO, Pedro Rocha. 2014 Os programas de “cooperação para o desenvolvimento” no contexto da Guerra Fria. In: 2º Seminário Nacional de Relações Internacionais: Graduação e Pós-Graduação João Pessoa, 28 e 29 de agosto.
CHOMSKY, Noan. 2003. Contendo a Democracia. Rio de Janeiro: Editora Record.
ESCOBAR, Arturo. 2007. La inveción del Tercer Mundo: Construcción y desconstrucción del desarrollo. Caracas: Fundación Editorial el perro y la rana.
HILL, Christopher. 2003. The Changing Politics of Foreign Policy. New York: Palgrave Macmillan Press.
HUNTINGTON, Samuel P. 1970. Foreign Aid for What and for Whom. Foreign Policy 1: 161-189.
KAPOOR, Ilan. 2008. The Postcolonial Politics of Development. New York: Routledge.
KENNAN, George. 1971. Foreign Aid as a National Policy. Proceedings of the Academy of Political Science 30 (3): 175-183.
LACERDA, Marcos. 2014. CID, Conferência de Bandung e a Questão dos Direitos Humanos. Em Desenvolvimento e cooperação internacional: relações de poder e política dos Estados, editado por Carlos Roberto Sanchez Milani, Elsa Sousa Kraychete. Salvador: EDUFBA.
LANCASTER, Carol. 2007. Foreign Aid: diplomacy, development, domestic politics. Chicago: The University of Chicago Press.
MALACALZA, Barnabé. 2014. La política de cooperación al desarrollo como dimensión de la política exterior desde la Teoría de las Relaciones Internacionales. Mural Internacional 5 (2): 163-176.
MAWDSLEY, Emma. 2012. From Recipient to Donors: emerging powers and the changing development landscape. Londres: Zed Books.
MILANI, Carlos Roberto Sanchez. 2012. Aprendendo com a História: críticas à experiência da Cooperação Norte-Sul e atuais desafios à Cooperação Sul-Sul. Caderno CRH, Salvador 25 (65): 211-231.
MILANI, Carlos Roberto Sanchez; PINHEIRO, Letícia de Abreu Pinheiro. 2013. Política Externa Brasileira: Os Desafios de sua caracterização como Política Pública. Contexto Internacional. Rio de Janeiro 35 (1): 11-41.
MILANI, Carlos Roberto Sanchez; CARVALHO, Tássia C. de Oliveira. 2013. Cooperação Sul-Sul e Política Externa: Brasil e China no continente africano. Estudos Internacionais 1 (1): 11-35.
MILANI, Carlos Roberto Sanchez. 2014. Evolução Histórica da Cooperação Norte-Sul. Em Repensando a cooperação internacional para o desenvolvimento, editado por André de Melo Souza. Brasília: IPEA.
MORGENTHAU, Hans. 1962. A Political Theory of Foreign Aid. American Political Science Review 56 (2).
MOSSE, David. 2013. The Anthropology of International Development. Annu. Rev. Anthropol 42: 227–46.
OECD. 2006. CAD in Dates - The History of OECD’s Development Assistance Committee. Paris: OECD Publications.
PANKAJ, Ashok Kumar. 2005. Revisiting Foreign Aid Theories. International Studies 42 (2).
PEREIRA, João Márcio Mendes. 2014. As ideias do poder e o poder das ideias: o Banco Mundial como ator político-intelectual. Revista Brasileira de Educação 19 (56) 77-100.
RIBEIRO, Gustavo Lins. 2013. Global Flows of Development Models. Anthropological Forum 23 (2): 121–141. Rist, Gilbert. 2002. El Desarrollo: historia de uma creencia occidental. Madrid: Catarata.
SARMENTO, Alexandre Dellamura. 2012. Notas sobre o take-off: a teoria rostowiana revisada. Teoria e Evidência Econômica - Ano 18, n. 38, p. 144-167, jan./jun.
SUMMER, Andy; MALLETT, Richard. 2013. The Future of Foreign Aid Development Cooperation and the New Geography of Global Poverty. London: Palgrave Macmillan.
TAFFET, Jeffrey. 2007. Foreign aid as foreign policy: the Alliance for Progress in Latin America. New York: Routledge.
VEEN, Mauritis Van Der. 2011. Ideas, interests and foreign aid. Cambridge: Cambridge University Press.