GESTÃO INTEGRADA NA UNIDADE DE SAÚDE E HUMANIZAÇÃO NO ATENDIMENTO

Artigo principal Conteúdo

Hartemink Cantini
Érika
Pedro

Resumo

Devido a alto índice de desumanização no atendimento nas unidades de saúde, o presente estudo tem como objetivo ressaltar a importância de um atendimento mais humano e acolhedor, para tanto trouxemos para o debate o Direito à saúde como um Direito Humano e fundamental, a importância do trabalho do Assistente Social nesse cenário e suas atribuições. Discorremos sobre a Política Nacional de Humanização do Sistema Único de Saúde (SUS) e como ela pode minimizar os efeitos da desumanização. E por fim, a necessidade da implantação de uma Gestão Integrada nestes ambientes de trabalho, humanizando os profissionais que ali atuam

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
CANTINI, H.; DALDEGAN DE ALMEIDA, ÉRIKA; PECOITS SALABERRY, P. L. GESTÃO INTEGRADA NA UNIDADE DE SAÚDE E HUMANIZAÇÃO NO ATENDIMENTO . Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 7, n. 1, 22 jul. 2021.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Érika, FACIBRA

Formada em Administração de Empresas pela  Faculdade de Ciências de Wenceslau Braz (FACIBRA). Funcionária da Prefeitura Municipal de Quatiguá (PR) .  

Pedro

Acadêmico do Curso de Serviço Social da Unipampa, Técnico em Enfermagem da Fundação Ivan Goulart, com formação em Urgências e emergências. Diretor de Formação do Sindicato dos Trabalhadores em Serviços de Saúde de São Borja

Referências

BRASIL; Ministério da Saúde. Humanização SUS. Acolhimento com avaliação e classificação de risco um paradigma ético-estético no fazer em saúde: Brasília, DF, 2004.
BRASIL. Política Nacional de Humanização da Atenção e da Gestão do SUS. Material de Apoio. Documento base para gestores. 3º ed: Brasília, DF, 2006.
BRASIL. Acolhimento nas Práticas de Produção de Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização da Atenção e Gestão do SUS: Brasília, DF, 2008.
BRASIL. Gestão Participativa e Cogestão. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização da Atenção e Gestão do SUS: Brasília, DF, 2009.
BRASIL. Portaria GM/MS n 4279, de 30 de dezembro de 2010: Estabelece diretrizes para a organização da rede de atenção à saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS): Brasília, DF, 2010.
CANTINI, Hartemink Juliane. Os Direitos Humanos nas Relações de Trabalho. Quatro Barras (PR): Protexto, 2019.
CARVALHO, S.R.; CUNHA, G.T. A gestão da atenção na saúde: elementos para se pensar a mudança da organização na saúde. In: CAMPOS, G.W.S. et al. (Orgs.). Tratado de Saúde Coletiva. São Paulo: Hucitec, 2006.
CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. Parâmetros para a Atuação de Assistentes Sociais na Saúde. Brasília, DF, 2010
FORTES, P. A. C. Ética, direitos dos usuários e políticas de humanização da atenção à saúde. Saúde e Sociedade, v. 13, n. 3, p. 30-35, 2004.
FRACOLLI, L.A.; ZOBOLI, E.L. Descrição e análise de “acolhimento”: uma contribuição para o programa de saúde da família. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v.38, n. 2, p. 143, 2004.
GUARINO, J. C. Sistemas Integrados de Gestão – desafio à competência, Simplíssimo Livros, 2015. (edição digital).
GUERRA, Yolanda. O projeto profissional crítico: estratégias de enfrentamento das condições contemporâneas da prática profissional In: Serviço Social & Sociedade São Paulo: Cortez, n. 5, v. 28, 2007.
MENDES, V.L.F.M. Uma clínica no coletivo: experimentações no programa de saúde da família. São Paulo: Hucitec, 2007.
OLIVEIRA, B.R.G.; COLLET, N.; VIEIRA, C.S. A humanização na assistência à saúde. Rev. Lationoam Enfermagem. v.14, n.2, p.277-284, 2006.
OLIVEIRA, V. Z.; GOMES, W. B. Comunicação médico-paciente e adesão ao tratamento em adolescentes portadores de doenças orgânicas crônicas. Estudos de Psicologia, v.9, n.3, p.459-469, 2003.
PASCHE, D. F; PASSOS, E.; HENNINGTON, E.A. Cinco anos da Política Nacional de Humanização: trajetória de uma política pública. Ciências & Saúde Coletiva, v. 16, n.11, p.4541-4548, 2011.
PEDROSO, M.C. Um Modelo de Gestão Estratégica para serviços de Saúde. São Paulo, 2010.
RIOS, I.C. Caminhos da humanização na saúde: Prática e reflexão. São Paulo: Áurea, 2009.
SILVA, I, D.; SILVERIO, M.F. A humanização e a formação do profissional em fisioterapia. Ciência & Saúde Coletiva, v.16, n.1, p.1535-1546, 2011.
SUBTIL, M.M. L; et al. O relacionamento interpessoal e a adesão na fisioterapia. Fiosioter. Mov, Curitiba, PR, v.24, n.4, p.745-753, 2011.