TRAJETÓRIA DE VIDA DE LICENCIANDOS EM QUÍMICA GAYS FORMAÇÃO COMO ESPAÇO DE RECONHECIMENTO NEGATIVO, AFIRMATIVO E NORMATIVO

Artigo principal Conteúdo

Cristiane Beatriz Dal Bosco Rezzadori
GABRIEL GINEZ VILLARDA
ALEXANDRE LUIZ POLIZEL

Resumo

Este trabalho tem por objetivo apresentar as marcas deixadas nos corpos e na composição identitária de licenciandos em químicas gays durante sua trajetória na educação básica e superior. Procurou investigar as teorias do currículo por meio de um olhar (auto)biográfico de trajetória formativa, a partir da construção de narrativas de dois jovens Licenciandos em Química da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Câmpus Londrina. A construção das narratiavas ocorreu por uso de questionário semiestruturado, audiogravadas, transcridas e analisadas sob o olhar conceitual (auto)biográfico. A licenciatura em química é evidenciada como espaço de formação humana em que se pode notar reconhecimentos, negativações, afirmações e flertes com a normatividade vigente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
BEATRIZ DAL BOSCO REZZADORI, C.; GINEZ VILLARDA, G.; LUIZ POLIZEL, A. TRAJETÓRIA DE VIDA DE LICENCIANDOS EM QUÍMICA GAYS. Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 6, n. 2, 30 set. 2020.
Seção
Dossiê: Memória, Narrativas e Formação Docente

Referências

DIJK, Teun A. Van. Por uma Teoria da Comunicação Cientifica: Discurso, conhecimento, contexto e compreensão da sociedade. In: GOMES, Maria Carmem Aires; PAES, Cristiane Castaldi dos Santos; MELO, Monica Santos de Souza. Estudos discursivos em foco: práticas de pesquisa sob múltiplos olhares. Viçosa MG: Editora UFV, 2011, p. 20-40.
FERRAROTTI, Franco. Les biographies comme instrument analytique et interprétatif. Cahiers Internationaux de Sociologie. Numéro Special. Histoires de vie et vie sociale, 69, 1980, p. 223-245. Disponível em: < https://www.jstor.org/stable/40689913?seq=1>. Acesso em: 10 Jun. 2020.
FIGUEIREDO, Débora de Carvalho. Narrativas e Identidade Feminina em Relatos Pessoais Midiáticos. In: GOMES, Maria Carmem Aires; PAES, Cristiane Castaldi dos Santos; MELO, Monica Santos de Souza. Estudos discursivos em foco: práticas de pesquisa sob múltiplos olhares. Viçosa MG: Editora UFV, 2011, p. 290-306.
FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: Nascimento da prisão. 42 ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2014.
GOODSON, Ivor F. Currículo: teoria e história. 8 ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2008.
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução: Tomaz Tadeu da Silva & Guacira Lopes Louro. Rio de Janeiro: DP&A, 7. ed., 2002.
LOURO, Guacira Lopes. Pedagogias da Sexualidade. In: LOURO, Guacira Lopes (Org.). O corpo educado: pedagogias da sexualidade. 3 ed. Belo Horizonte: Autêntica editora, 2015. p. 07-34.
POLIZEL, Alexandre Luiz. Narrativas de si e sexualidades: os usos dos espaços de ensino. Colloquium Humanarum. Vol. 15, n. Especial 2, 2018a, p. 381-386. Disponível em: < http://www.unoeste.br/site/enepe/2018/suplementos/area/Humanarum/Educa%C3%A7%C3%A3o/NARRATIVAS%20DE%20SI%20E%20SEXUALIDADES%20OS%20USOS%20DOS%20ESPA%C3%87OS%20DE%20ENSINO.pdf>/. Acesso em: 10 Jun. 2020.
__________. Tecnologias de Poder e a narrativa de si na constituição de um “corpo negro, mulher, trans”. Revista Diversidade e Educação, Rio Grande do Sul, Vol. 6, n. 1, jan-jun. 2018b, p.30-38. Disponível em: < https://periodicos.furg.br/divedu/article/view/7876>. Acesso em: 10 Jun. 2020.
RAGO, Margareth. A aventura de contar-se: Feminismos, escrita de si e invenções da subjetividade. Campinas, SP: Unicamp, 2013.
REGO, Teresa Cristina; AQUINO, Julio Groppa; OLIVEIRA, Marta Kohl. Narrativas autobiográficas e constituição de subjetividades. In: SOUZA, Elizeu Clementino (Orgs) Autobiografias, histórias de vida e formação: pesquisa e ensino. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2006, p. 269-286.
SILVA, José R. Tavares da. Masculinidade e violência: formação da identidade masculina e compreensão da violência praticada pelo homem. In: Anais do 18º REDOR, Recife-PE, 24 dez. 2014. Disponível em: < http://www.ufpb.br/evento/index.php/18redor/18redor/paper/view/686>. Acesso em: 10 Jun. 2020.
SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de Identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.
SOUZA, Elizeu Clementino de. (Auto)Biografia, histórias de vida e práticas de formação. In: NASCIMENTO, Antônio Dias; HETKOWSKI, Tania Maria (Orgs.). Memória e formação de professores. Salvador: EDUFBA, 2007, p. 59-74.
SOUZA, Renato Santos de. A normose acadêmica. In: NASCIMENTNO, Luis Felipe (Orgs). Lia, mas não escrevia (livro eletrônico): contos, crônicas e poesias. Porto Alegre: LFM do Nascimento, 2014, p. 245-247.
WARNER, Michael. Fear of a queer planet. Minneapolis: University of Minnesota, 1993.
WELZER-LANG, Daniel. A construção do masculino: dominação das mulheres e homofobia. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, 2001, vol.9, n.2, p. 460-482.