APRENDIZAGENS SOBRE EDUCAÇÃO INCLUSIVA ARTICULANDO TEXTO E IMAGEM SOBRE O FAZER DOCENTE

Artigo principal Conteúdo

Cavalheiro de Jesus
Maria Helena Mena Dutra

Resumo

O presente texto configura-se em sistematização de dados oriundos de uma pesquisa sobre formação docente, para atuação em educação inclusiva, no município de Dom Pedrito-RS. A etapa aqui descrita é composta por narrativas de uma professora de classe comum, do ensino regular, sobre seu trabalho junto a estudantes com necessidades educacionais especiais. Ao longo de suas falas, deparamo-nos com constatações que dizem respeito não apenas aos planejamentos acessíveis, mas à reconfigurações do ambiente escolar. Percebeu-se ainda, que suas análises partiam majoritariamente de observações sobre o cotidiano da sala de aula. Com base nisto, este artigo busca articular relatos e fotografias do trabalho em sala de aula, no esforço de explorar o potencial da imagem para narrar o fazer docente, que ao constituir-se na relação com os estudantes, ensina sobre educação inclusiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
DE JESUS, C.; MENA DUTRA, M. H. APRENDIZAGENS SOBRE EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 6, n. 2, 30 set. 2020.
Seção
Dossiê: Memória, Narrativas e Formação Docente

Referências

BARTHES, Roland. Mitologias. 11 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

BAUMAN, Richard; BRIGGS, Charles L. “Poética e Performance como perspectivas críticas sobre a linguagem e a vida social”. Revista Ilha. 8 (1): 185-229, 2008.

BRASIL. Lei 9394/96. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: . Acesso em: 21 out. 2017.

________. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: Ministério da Educação e Cultura, 2008. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf>. Acesso em: 5 nov. 2017.

BRUNER, Edward. "Ethnography as Narrative", in Victor Turner e E. Bruner (org.). The Anthropology of experience. Illinois: University of Illinois Press, 1986.

CARDOSO DE OLIVEIRA, Roberto. O trabalho do Antropólogo. 2 Ed. Basília: Paralelo 15; São Paulo Editora UNESP, 2000.

COLLIER, John. Antropologia Visual – a fotografia como método de pesquisa. São Paulo: EPU, EDUSP, 1973.

DE CERTEAU, Michel. A invenção do Cotidiano – Artes de Fazer. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2008.

FOUCAULT, Michel. [1977] 2003. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Petrópolis, Vozes.

FRANCHETO, Bruna. As artes da palavra. In: Cadernos de educação escolar indígena-3º grau indígena- v.2, n.1, Barra dos Bugres: UNEMAT, 2003.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. 1ª ed. 13ª reimpressão. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

GONÇALVES, Marco Antônio. O Real Imaginado – etnografia, cinema e surrealismo em Jean Rouch. Rio de Janeiro: Topbooks, 2008.

GROSSI, M. P.; MOTTA, A; CAVIGNAC, J. (Org.) . Antropologia Francesa no Século XX. Recife: Massangana, 2006.

FABRIS, Anateresa. Discutindo a imagem fotográfica. In Domínios da imagem, Londrina, V. I, N. 1, P. 31-41, NOV. 2007

LANGDON, Esther Jean. “Performance e sua Diversidade como Paradigma Analítico: a Contribuição da Abordagem de Bauman e Briggs”. Revista Ilha. 8 (1): 163-183, 2008.

MALUF, Sônia Weidner. Antropologia, narrativas e a busca de sentido. In Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 5, n. 12, p. 69-82, dez. 1999

NOVAES, Sylvia Cauby. 2008. “Imagem, magia e imaginação: desafios ao texto antropológico”. Mana 14(2): 455-475, 2008.

PIAULT, Marc Henri. Anthropologie et cinéma. Paris: Nathan, 2000.

ROCHA, A.L.C. "Antropologia das formas sensíveis; entre o visível e o invisível, a floração de símbolos". In: Horizontes Antropológicos, Antropologia Visual, Ano l, vol 2, l995.

RIAL, C. S. “Por uma antropologia do visual”. In Horizontes Antropológicos, n.2, Porto Alegre : PPGAS, UFRGS, 1995.

SAMAIN, Etienne. “ Ver e dizer na tradição etnográfica: Bronislaw Malinowski e a fotografia”. In Horizontes antropológicos n.2, P.A.p.19-48, 1995.

SAMAIN, Etienne. "Margareth Mead e Gregory Bateson" In: ALVES, André e SAMAIN, Etienne. Os argonautas do mangue precedido de Balinese character (re)visitado. Campinas: Unicamp/ São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2004.

SOUTY, Jérôme. Pierre Verger: a escrita do Outro com imagens. Conferência realizada em 14 de novembro de 2008. Disponível em http://doiscliques2008.blogspot.com.br/2009/01/pierre-verger-escrita-do-outro-com.html

VIEIRA, Alexandro Braga; RAMOS, Ines de Oliveira; SIMÕES, Renata Duarte. Narrativas de professores e pedagogos sobre a deficiência: implicações no acesso ao currículo escolar. In Revista Educação Especial, v. 32, Santa Maria, 2019.