O BRASIL NÃO PODE PARAR A RECENTE RELAÇÃO BRASIL/EUA A PARTIR DA ÓTICA DA EPISTEMOLOGIA CONJUNTURAL

Artigo principal Conteúdo

Jonivan Martins de Sá Jonivan Martins de Sá

Resumo

O seguinte trabalho tem por ponto central explorar a relação entre atores políticos brasileiros e norte-americanos a partir da ótica experimental da epistemologia conjuntural. Partindo da pressuposição de que as relações políticas entre os dois países podem ser interpretadas historicamente a considerar o Brasil como um país subserviente frente à potência norte-americana, pretendo explorar a recente tese de Jessé Souza de que as dinâmicas políticas atuais – a relação Bolsonaro/Trump, por exemplo – se dão através desta problemática perspectiva. Nesse sentido, também busco expor a epistemologia conjuntural como aquela que pode nos servir como aporte teórico para a construção de uma análise concisa acerca desta conjuntura específica ao subordina os saberes e discursos envolvidos em uma determinada conjuntura a dinâmicas políticas, econômicas e educacionais, que modificam, por fim, nossa fisiologia cerebral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
JONIVAN MARTINS DE SÁ, J. M. DE S. O BRASIL NÃO PODE PARAR. Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 6, n. 3, p. 238-262, 31 out. 2020.
Seção
Artigos