EXPERIÊNCIAS DE VITIMIZAÇÃO E A VULNERABILIDADE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES FRENTE À VIOLÊNCIA FAMILIAR

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Marianne Lira de Oliveira
https://orcid.org/0000-0001-5335-1806
Cássio Eduardo Soares Miranda
https://orcid.org/0000-0002-8990-1205

Resumo

O presente artigo intenciona identificar a percepção dos adolescentes diante da experiência de vitimização frente à violência familiar. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 24 alunos do 6º ano do ensino fundamental de escolas públicas, posteriormente transcritas no programa Microsoft Word 2010 e analisadas por meio da análise do discurso na vertente francesa. A idade média foi de 11,4 anos e 16 crianças (66,7%) não citaram agressão familiar e 08 (33,3%) relataram ter experenciado ou presenciado alguma forma de violência familiar, todos estes da zona urbana, sendo 05 do sexo feminino (62,5% ). Entre os relatos daqueles que testemunharam violência familiar, os sentimentos de medo, desconforto e tristeza foram os mais prevalentes. Esses resultados reforçam as estatísticas de notificações que revelam a maior frequência de exposição feminina e também enfatizam que a violência urbana foi a única relatada, mesmo entrevistando escolares rurais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
LIRA DE OLIVEIRA, M.; SOARES MIRANDA , C. E. EXPERIÊNCIAS DE VITIMIZAÇÃO E A VULNERABILIDADE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES FRENTE À VIOLÊNCIA FAMILIAR. Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 7, n. 2, p. 233-243, 25 out. 2021.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Cássio Eduardo Soares Miranda , Universidade Federal do Piauí

Psicólogo, Doutor em Letras (UFMG) e em Psicologia (UFRJ).