O EPISTOLÁRIO DE SIDÔNIO APOLINÁRIO ENTRE PRÁTICAS DE ESCRITA E REPRESENTAÇÕES IDENTITÁRIAS O EPISTOLÁRIO DE SIDÔNIO APOLINÁRIO ENTRE PRÁTICAS DE ESCRITA E REPRESENTAÇÕES IDENTITÁRIAS: UM ESTUDO POLÍTICO-CULTURAL SOBRE A GÁLIA DO SÉCULO V EC

Artigo principal Conteúdo

Gabriel Reis

Resumo

A Gália, no século V EC, foi palco de lutas políticas entre as nobrezas gaulesa e itálica, além de ver surgir a formação e a expansão de reinos alanos e germânicos. Desse contexto, focamo-nos sobre o personagem de Sidônio Apolinário, um nobre clérigo que seguiu uma carreira política de sucesso entre a Gália e a Península Itálica. Literato, ele escreveu diversas epístolas e poemas. Em tais obras, aparecem representados conflitos e negociações políticas entre itálicos, gauleses e germânicos. Neste trabalho, pretendemos observar a relação entre as representações de conflitos em torno de identidades culturais contidas nas epístolas do autor e o seu contexto histórico, bem como entre esse último e a prática de escrita epistolar em si. Nossas ideias vinculam-se, especialmente, à Nova História Cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do Artigo

Como Citar
REIS, G. O EPISTOLÁRIO DE SIDÔNIO APOLINÁRIO ENTRE PRÁTICAS DE ESCRITA E REPRESENTAÇÕES IDENTITÁRIAS . Alétheia - Estudos sobre Antiguidade e Medievo , v. 1, n. 2, p. 16, 5 maio 2021.
Seção
Artigos