CARACTERIZAÇÃO MICROESTRUTURAL DE JUNTA SOLDADA DISSIMILAR FORMADA POR AÇOS ESTRUTURAIS

  • Giácomo Soares
  • Charles Leonardo Israel
Rótulo Soldagem, Dissimilar, Microestrutura, ARBL

Resumo

Este artigo apresenta a caracterização microestrutural de duas juntas dissimilares formadas pelos aços ASTM A36 e S700MC soldadas com diferentes metais de adição. Tal estudo tem o objetivo de comparar a microestrutura da zona fundida e da zona termicamente afetada (ZTA) de tais soldas. Utilizou-se o processo robotizado de soldagem ao arco elétrico com gás de proteção, corrente pulsada e os arames sólidos AWS ER 70S-6, para a junta soldada 1 (JS1), e AWS ER 80S-D2, para a junta soldada 2 (JS2). A caracterização microestrutural foi realizada através de micrografia. NA zona fundida da JS1 observou-se a presença de ferrita acicular, ferrita de contorno de grão e ferrita de Widmanstatten. Na microestrutura da JS2 não notou-se a presença de ferrita de Widmanstatten. Na ZTA do ASTM A36, ambas as juntas caracterizaram-se por perlita, ferrrita de contorno de grão e ferrita de Widmanstatten. Na ZTA do S700MC as juntas mostraram ferrita acicular. Para as condições estudadas, encontrou-se diferenças de microestrutura na zona fundida. Estas devem-se aos elementos de liga existentes no metal de adição da JS2, porém, acredita-se que estas desigualdades não influenciarão no comportamento mecânico da junta. Em relação a ZTA, não foram observadas diferenças significativas nas microestruturas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-12
Como Citar
SOARES, G.; LEONARDO ISRAEL, C. CARACTERIZAÇÃO MICROESTRUTURAL DE JUNTA SOLDADA DISSIMILAR FORMADA POR AÇOS ESTRUTURAIS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 7, n. 4, 12 fev. 2020.