GRUPO DE MOVIMENTO TERAPÊUTICO, O EXERCÍCIO FÍSICO COMO ESTRATÉGIA DE INTERVENÇÃO NA SAÚDE MENTAL

  • Raquel da Silva
  • Tatiane Motta Costa Silva
  • Franciele Machado dos Santos
  • Rodrigo de Souza Balk
  • Stephanie Jesien
Rótulo Fisioterapia, Saúde, Mental, Exercício, Físico

Resumo

Transtornos mentais podem causar incapacidade física, como redução de equilíbrio e motricidade, fraqueza muscular, alterações de postura e marcha. Exercícios físicos devem ser uma abordagem terapêutica praticada pelo fisioterapeuta visando melhorar o quadro funcional do usuário de Saúde Mental. O estudo tem por objetivo relatar a experiência de um grupo terapêutico, realizado com usuários de um CAPS II. A intervenção consistiu em conversas, alongamentos musculares, exercícios respiratórios, e relaxamento. Participaram do grupo em média 10 usuários, a maioria mulheres com mais de 45 anos. As queixas mais frequentes foram de mioalgias, má postura, dificuldades de equilíbrio e deambulação. Ao final de cada dia os relatos foram de sensação de bem estar, melhora no humor e socialização, redução de algias e maior capacidade funcional. Atividade física na saúde mental produz efeitos positivos como bem-estar físico, emocional e psíquico, há várias explicações para estes efeitos tanto psíquicas quanto motoras. Exercícios em usuários de Saúde Mental tem apresentado bons resultados, por este motivo faz-se necessário o empoderamento dos fisioterapeutas quanto a práticas nessa área.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-12
Como Citar
DA SILVA, R.; MOTTA COSTA SILVA, T.; MACHADO DOS SANTOS, F.; DE SOUZA BALK, R.; JESIEN, S. GRUPO DE MOVIMENTO TERAPÊUTICO, O EXERCÍCIO FÍSICO COMO ESTRATÉGIA DE INTERVENÇÃO NA SAÚDE MENTAL. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 7, n. 4, 12 fev. 2020.