CATEGORIZAÇÃO IN SILICO DE PROTEÍNAS ALERGÊNICAS OU ANTIGÊNICAS MEDIANTE UM CONJUNTO DE FERRAMENTAS ESPECÍFICAS

  • Anna Boeck
  • Bruno Reis Dotto
  • Gabriel da Luz Wallau
  • Juliano Tomazzoni Boldo
Rótulo predição, bioinformática, alergenicidade, antigenicidade

Resumo

Uma das preocupações envolvendo a expressão de diferentes proteínas heterólogas é a possibilidade do desenvolvimento de reações alérgicas ou antigênicas nos consumidores finais. Para categorizar proteínas alergênicas ou antigênicas foi construída uma plataforma (chamada Plataforma de Análise da Alergenicidade e Antigenicidade de Proteínas PA³P) que congrega um conjunto de ferramentas específicas para tais análises. A plataforma fora construída através da linguagem de programação Java utilizando-se do WebService de cada ferramenta compilada. Desta forma, foram separados grupos de proteínas alergênicas/antigênicas de não alergênicas/não antigênicas com redução dos casos de falsos positivos ou falsos negativos. As análises complementares sugeridas neste trabalho são necessárias, pois a metodologia proposta pela World Health Organization é insuficiente, gerando resultados duvidosos ou até mesmo negligenciando-os. A Plataforma construída neste trabalho obteve valores de 98% de sensibilidade e 95% de especificidade, comparada com 83% e 87%, respectivamente, dos testes utilizados isoladamente. Esta plataforma pode ser utilizada para embasar a decisão de utilizar determinada proteína na construção de um Organismo Geneticamente Modificado com finalidade nutricional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-12
Como Citar
BOECK, A.; REIS DOTTO, B.; DA LUZ WALLAU, G.; TOMAZZONI BOLDO, J. CATEGORIZAÇÃO IN SILICO DE PROTEÍNAS ALERGÊNICAS OU ANTIGÊNICAS MEDIANTE UM CONJUNTO DE FERRAMENTAS ESPECÍFICAS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 7, n. 4, 12 fev. 2020.