SISTEMA REPRODUTIVO E CARACTERÍSTICAS FLORAIS DE PROSOPIS AFFINIS SPRENG. (FABACEAE)

  • Camila Lôbo
  • Valdir Marcos Stefenon
  • Rubem Samuel de Ávila Jr
Rótulo Pampa, Inhanduvá, Autogamia

Resumo

o Pampa, já degradado, inclui Mimosoideae-Fabaceae como uma subfamília representativa das formações Savana-Parques. Dessa maneira, este trabalho foca na biologia floral e diferenciação entre flores de Prosopis affinis ao longo da inflorescência. Para isso, razão pólen/óvulo e variações morfológicas entre flores de base, meio e de ápice em inflorescências coletadas em São Vicente do Sul Cacequi e Quaraí no RS foram investigadas. Biologia floral foi investigada com índice de polinização cruzada (OCI), razão semente/óvulo e número de flores por inflorescência. Inflorescências apresentam 117.13 flores amarelas e tubulares, incluindo flores basais com menos tendência a autopolinização. Razão semente/óvulo (0,503) foi similar a espécies de polinização cruzada, apesar do OCI indicar autogamia facultativa, apontando flexibilidade reprodutiva. Houve redução geral em flores basais sem diferenciação reprodutiva. Esta estratégia contribui para o aumento da frequência de visitantes florais e a flexibilidade reprodutiva facilita estabelecimento de indivíduos em ambientes fragmentados como o Pampa

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-12
Como Citar
LÔBO, C.; MARCOS STEFENON, V.; SAMUEL DE ÁVILA JR, R. SISTEMA REPRODUTIVO E CARACTERÍSTICAS FLORAIS DE PROSOPIS AFFINIS SPRENG. (FABACEAE). Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 7, n. 4, 12 fev. 2020.