VIOLÊNCIA CONTRA ANIMAIS DOMÉSTICOS E INTERVENÇÃO PÚBLICA: PERSPECTIVAS NO BRASIL E SÃO BORJA

  • Ana Nilson
  • Susana Cesco
Rótulo clinica, zoonoses, intervenção, Políticas-, públicas

Resumo

O presente trabalho apresenta um estudo sobre o abandono de animais domésticos e os outros atos de maus tratos por eles sofridos, a legislação pertinente, casos de adoção, a posse responsável e ação de políticas públicas com a finalidade de amenizar problemas relacionados à violência contra animais. No decorrer do trabalho é discutida a situação ligada ao tema na cidade de São Borja, que conta com auxilio de uma organização não governamental, a Associação dos Colaboradores e Protetores dos Animais de São Borja (ACOPASB) que realiza diversas atividades em prol da defesa do direito animal, estímulos para a adoção de cães e gatos, palestras sobre a posse responsável e conscientização da sociedade sobre a questão jurídica, social e afetiva do convívio com o animal doméstico. A violência esta presente nos mais diferentes setores da sociedade, o animal domésticos é tutelado por legislação especial e é um dever de todo cidadão zelar pelas garantias do direito de todo animal. Durante a apresentação deste trabalho de pesquisa serão abordadas algumas variadas faces da criação e convívio com o animal doméstico e a importância de uma clínica veterinária para amenizar alguns problemas ambientais e sanitários no município de São Borja no estado do Rio Grande do Sul. A intervenção pública consta como uma política pública que possibilita criar e manter ações que amenizem o abandono e maus tratos, da mesma forma que estimula a adoção e o bem estar animal. Por fim, serão abordadas as questões relativas à importância de abrigos e, principalmente, clínicas populares que possibilitem ao atendimento de animais tutorados por famílias de baixa renda e a possível melhoria nas condições de vida dos animais e conscientização dos tutores com relação aos direitos dos animais, especialmente os domésticos. O trabalho foi resultado de pesquisa qualitativa, com relatos de fontes orais e pesquisa bibliográfica. Por conta do exposto, pode-se concluir que falta conscientização social a respeito dos maus tratos aos animais domésticos e que na maioria das vezes poderia haver atendimento com maior alcance entre, principalmente, nas classes sociais de baixa renda e que a posse responsável é um fator que evita a violência contra animais. Uma possível solução para tais problemas em São Borja é a criação de uma clínica veterinária popular, com custeio público com a finalidade de evitar maiores problemas por falta de recursos financeiros por parte dos tutores de animais domésticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-12
Como Citar
NILSON, A.; CESCO, S. VIOLÊNCIA CONTRA ANIMAIS DOMÉSTICOS E INTERVENÇÃO PÚBLICA: PERSPECTIVAS NO BRASIL E SÃO BORJA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 7, n. 4, 12 fev. 2020.