EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ESCOLAS RURAIS ATRAVÉS DAS DISCUSSÕES SOBRE AGROECOLOGIA

  • Gabriella Machado
  • Isabel Cristina Lourenço da Silva
Rótulo Educação, ambiental, Agroecologia, campo

Resumo

A Educação Ambiental e a Agroecologia possuem relações de discussões fortemente complementares, pois se propõem a promover a conscientização sobre a importância de temas presentes em nosso contexto atual, como o consumo de produtos saudáveis, preservação do meio ambiente e da cultura e saberes de comunidades e povos que vivem no contexto rural. Compartilhando de um enfoque que questiona a produção e as formas de preservação dos agroecossistemas, com isto, torna-se necessário o debate destas temáticas e a inserção das mesmas na prática educativa nas escolas rurais. Objetivando através da presente escrita a discussão sobre as relações que permeiam os temas e sua importância na educação no campo. Adota-se neste primeiro estágio da pesquisa uma metodologia bibliográfica, compreendendo um estudo base sobre as possibilidades de aplicação didática do tema. Tendo em vista a atual Lei de Diretrizes e Bases da Educação, que menciona a desvinculação da escola rural dos meios e do desempenho escolar urbano exigindo um planejamento apropriado à vida rural, se dispõe desta maneira a alcançar uma educação que possua dimensões sócio-políticas e culturais adequadas ao contexto apresentado. Acredita-se que nessa aproximação do conteúdo com a vida do aluno, ocorrendo através da educação problematizadora, segundo Freire (1987, p.41) se faz de um esforço permanente através do qual os homens vão percebendo, criticamente, como estão sendo no mundo, realizando a valorização dos saberes que cada um carrega, de modo que haja o diálogo entre as diferentes visões de mundo (Ibidem., 1987). Os debates sobre segurança alimentar e produção de alimentos, degradação do meio ambiente, e sobre a situação atual dos habitantes do campo tornam-se sinônimos ao participarem de uma só discussão, sendo por meio da temática guia a Agroecologia, que é uma ciência fornecedora de princípios ecológicos básicos possibilitando o estudo amplo social e dos recursos naturais presentes nos agroecossistemas. Propõem-se as mudanças no meio rural, considerando a necessidade de integração dos conhecimentos populares com os científicos, e a incorporação de princípios de base ecológica aliada à intervenção humana através das atitudes e valores, (CAPORAL & COSTABEBER, 2004). Nos estudos referentes à proposta, fica evidente o destaque para a necessidade de sensibilização em relação à mudança comportamental necessária no contexto sócio ambiental que presenciamos. Resultando em relevantes discussões de amplos sentidos, pois a agricultura é afetada pela evolução dos sistemas socioeconômicos, e o desenvolvimento neste contexto é resultado de diversos fatores interligados, (ALTIERI, 2004). O papel do educador nesse sentido é complexo, visto que os padrões econômicos de consumo da sociedade não se aliam as ações de preservação ambiental, mas não impossível na medida em que possui o entendimento da proposta que a Agroecologia trás para diversas discussões

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-12
Como Citar
MACHADO, G.; CRISTINA LOURENÇO DA SILVA, I. EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ESCOLAS RURAIS ATRAVÉS DAS DISCUSSÕES SOBRE AGROECOLOGIA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 7, n. 4, 12 fev. 2020.