TRANSFÊRENCIA HORIZONTAL DE GENES: AVALIANDO PADRÕES

  • Pablo Macedo
  • Darlene Lopes Rangel
  • Matheus Fernandes Ferreira
  • Bruno Reis Dotto
  • Paulo Marcos Pinto
  • Evelise Leis Carvalho
Rótulo Transferência, lateral, genes, Evolução, Adaptação, Eucariotos, endossimbiótica

Resumo

O termo transferência horizontal de genes (THG), é utilizado para referir-se ao processo de transferência de informação genética entre organismos distantemente relacionados, indo além da barreira natural do acasalamento e transmissão de genes de pais para filhos, conhecida como transferência vertical de genes (TVG). Assim, a troca de genes entre os organismos tem sido associada com a aquisição de novas características que conferem ao receptor uma vantagem seletiva sobre a população em que se encontra. No entanto, os efeitos de um evento de transferência gênica podem ser, além de benéficos, deletérios ou neutros. A THG pode ser identificada pela presença de um gene similar em organismos distantemente relacionados. A transferência horizontal é um evento comum em bactérias e sua importância na evolução desses organismos é bem esclarecido. Por outro lado, em eucariotos isso ainda não está totalmente claro devido à falta de dados sobre o genoma de eucariotos. Contudo, nos últimos anos, tem havido um crescente número de genomas de eucariotos sequenciados, tanto unicelulares quanto multicelulares. Por isso é necessário reunir esses dados e organiza-los de modo que facilite a visualização desses eventos nos eucariotos de forma ampla. O objetivo deste trabalho foi revisar a bibliografia para criação de um banco de dados de genes horizontalmente transferidos com eucariotos como organismo receptor e analisar parâmetros que esclareçam a natureza destes eventos. Para isso foram feitas várias pesquisas no PubMed e Google Acadêmico, onde termos como Transposable Elements, Retrotransposable e Transposable foram utilizados como palavras chave. Buscou-se, na literatura, genes horizontalmente transferidos, tendo como resultado do processo de busca, 23 artigos encontrados. Estes genes foram organizados por seus IDs e por seus possíveis doadores. Os Ids dos genes foram utilizados para fazer análise de anotação de função dos genes na plataforma KOBAS 2.0. Foram reunidos 447 genes transferidos para 4 espécies (Homo sapiens, Caenorhabditis elegans, Drosophila melanogaster e Physcomitrella patens). Dentre estes, observou-se maior ocorrência de genes transferidos a partir de organismos procariotos (199 genes) e a partir de eucariotos unicelulares (protistas, com 140 genes encontrados). Os demais genes estão divididos entre plantas, fungos e Archea. A maior associação dos organismos eucariotos com procariotos e a maior amostragem taxonômica de sequências genômicas bacterianas são propostas para explicar tais resultados. A análise de predição de função dos genes mostrou uma tendência na transferência de genes que atuam no metabolismo de açúcar, aminoácido, nucleotídeo e metabolismo secundário, transmitindo uma ampla diversidade de funções metabólicas, sugerindo que a THG tem desempenhado um importante papel na expansão e reconfigurando o núcleo metabólico e a capacidade de processamento de nutrientes, além de permitir a adaptação desses organismos a condições desfavoráveis. Este trabalho traz a reunião de informações sobre genes horizontalmente transferidos cumprindo uma primeira etapa para a criação de um banco de dados público.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-12
Como Citar
MACEDO, P.; LOPES RANGEL, D.; FERNANDES FERREIRA, M.; REIS DOTTO, B.; MARCOS PINTO, P.; LEIS CARVALHO, E. TRANSFÊRENCIA HORIZONTAL DE GENES: AVALIANDO PADRÕES. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 7, n. 4, 12 fev. 2020.