A ESCOLA COMO ESPAÇO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES

  • Angelina Gottardi
  • Ana Cristina da Silva Rodrigues
Rótulo Formação, continuada, Professores, Escola

Resumo

O presente resumo visa apresentar elementos de revisão de literatura do projeto intitulado: REFLETINDO PRÁTICAS DOCENTES: A CONTRIBUIÇÃO DAS CARTAS PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DE ANOS INICIAIS COM ÊNFASE NA EDUCAÇÃO POPULAR, que discute a formação continuada de professores na escola. Em vista disso, a revisão de literatura realizada teve como objetivo identificar o progresso dos estudos e conhecer um pouco mais sobre o referencial teórico-metodológico empregado acerca da temática pesquisada. Nesse sentido, podemos destacar que cada vez mais se faz necessário que os professores estejam em um constante processo de formação, buscando sempre por maior qualificação no decorrer de sua vida profissional. Deste modo, a formação continuada de professores no ambiente escolar pode ser uma boa alternativa para que os docentes reflitam de forma coletiva as suas práticas educacionais, compartilhem saberes e que sejam capazes de construir sua identidade docente profissional em um movimento pedagógico de pensar a profissão em grupo. Diante disso, é fundamental (re)inventar um sentido para a escola entendendo a necessidade de os professores lerem o mundo criticamente, entendendo as visões de mundo que os alunos têm a partir de seus contextos de vida, ofertando propostas interdisciplinares de trabalho que não caiam no vazio curricular, mas que promovam uma integração entre o contexto real e o mundo discente. Ao pensar nesse terreno repleto de armadilhas, estimular os professores a aprender coletivamente torna-se necessário para que a escola organize momentos de reflexão e articulação entre teoria e prática por meio de um diálogo efetivo em que possam identificar os entraves nos processos de ensino-aprendizagem indicando soluções eficientes com maior facilidade. Assim, os professores se sentirão mais seguros e preparados para enfrentar as dificuldades que se apresentam na sala de aula, bem como se adaptar às mudanças que surgem ao longo do tempo na área da educação. A metodologia utilizada para a revisão de literatura foi pesquisa bibliográfica, denominada como estado da arte. Desse modo, realizou-se uma busca nas bases de dados Google Acadêmico e Periódicos CAPES por produções científicas (artigos, dissertações e teses) em que abordassem específicamente a formação continuada de professores dos anos iniciais na escola pública de educação básica. Para isso, foram utilizados os descritores Formação continuada permanente and professores, Formação Permanente and professores, Formação cotinuada and Anos Iniciais, Formação de professores and Continuada, Formação continuada and Paulo Freire, e filtros que facilitassem essa procura como: produções científicas (artigos, dissertações e teses) relacionados a área da educação; revisados por pares; e de recorte temporal dos últimos cinco anos (entre 2016 a 2021). Além disso, foram considerados critérios para a seleção e exclusão dos trabalhos encontrados, sendo selecionados aqueles que o título, o resumo e a introdução trouxessem a formação continuada de professores no contexto da escola pública de educação básica. Com base nas pesquisas encontradas, os resultados nos mostram uma consistente fundamentação teórica acerca da temática pesquisada, no entanto revela em grande maioria que há uma incoerência entre a formação continuada e o cotidiano escolar dos professores, o que impacta fortemente a qualidade da educação na escola pública. Como conclusões, podemos destacar claramente que as pesquisas demonstram uma preocupação quanto à promoção e a qualidade da educação em nosso país, apresentando relevantes produções científicas que direcionam seus estudos acerca do tema de Formação Continuada de Professores no âmbito escolar. Entretanto constatamos, que as pesquisas conduzem em sua maioria a relevância da discussão sobre essa temática relacionando-a a aspectos mais didáticos da profissão e não aos processos de reconstrução, desconstrução e significação de sua responsabilidade e identidade profissional, no qual lhe permitam compreender a finalidade e os contextos educacionais. Por isso, a formação continuada no âmbito escolar além de complementar as lacunas da formação inicial, contribui para que os docentes constituam em seu ambiente de trabalho conhecimentos e reflexões sobre a sua responsabilidade e identidade profissional na comunidade escolar na qual está inserida. Agradecimentos: É com muita alegria que gostaria de agradecer ao curso de Mestrado Acadêmico em Ensino (MAE) da Universidade Federal do Pampa Unipampa, Campus Bagé, pela oportunidade de pesquisa desse importante tema diante do cenário atual da educação em nosso país. Palavras-chave: Formação continuada; Professores; Escola;

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-11-16
Como Citar
GOTTARDI, A.; CRISTINA DA SILVA RODRIGUES, A. A ESCOLA COMO ESPAÇO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 13, n. 3, 16 nov. 2021.