PIBID: INTERVENÇÕES PEDAGÓGICAS NA CASA DA MENINA

  • Suzani Domingues
  • Camila Moreira
  • Viviane Kanitz Gentil
Rótulo PIBID, reforço, escolar, estudo

Resumo

Este trabalho relata as experiências vivenciadas enquanto bolsista do subprojeto do curso de pedagogia PIBID/URCAMP_Bagé na Casa da Menina, entidade mantida pelo Centro Universitário da Região Campanha (URCAMP), que abriga meninas de zero a dezoito anos em situação de vulnerabilidade social e conflitos familiares. A casa serve de abrigo e lar para cerca de trinta meninas residentes, que vivem uma rotina diária que inclui acompanhamentos psicológicos, dinâmicas, trabalhos manuais e monitoramento disciplinar. O presente trabalho utiliza-se do método descrito, de caráter qualitativo, através de um estudo de caso. O Programa Institucional de Bolsas a Iniciação à Docência (PIBID), obteve a participação de duas bolsistas realizando o acompanhamento de rendimento escolar no primeiro semestre de 2019. A partir de conversas e observações foi constatado que haviam lacunas na oralidade, escrita e leitura, tendo em vista dificuldades na leitura de palavras e na dicção ocorrendo troca de letras, portanto assim as escreviam. As atividades partiram deste princípio, com a estimulação da leitura e escrita por meio de jogos lúdicos, que também incentivavam o trabalho em grupo, pois as meninas pareciam distantes em certos momentos. Com o passar do tempo os jogos vinham com uma abordagem mais desafiadora, contendo perguntas sobre os conteúdos vistos no reforço escolar. O reforço escolar, tratava-se de um grupo de estudos onde as meninas eram divididas entre as bolsistas e os cadernos eram revisados, o grupo comentavam sobre dúvidas deixadas na escola, a partir daí era feito pesquisas sobre o conteúdo, exercícios e jogos lúdicos com questões desafiadoras e que servia de fixação da matéria. Outra atividade fixa era a plataforma Google Classroom, onde foi criada uma sala de aula virtual que as meninas faziam reflexões sobre a aula, nessa atividade era desenvolvida a escrita de uma forma que chamava atenção das meninas. O subprojeto teve por finalidade nesse ambiente contribuir com o incentivo ao estudo e como consequência melhoria das notas escolares. Todas as atividades foram realizadas pelo princípio de responsabilidade focal, que tem como objetivo também oportunizar as bolsistas, distintas oportunidades de intervenção pedagógica, buscando despertar no grupo envolvido o interesse pelos conteúdos escolares, inserindo atividades de cunho criativo e motivadoras. As metas foram alcançadas e a melhora das meninas na escola foi perceptível, tendo em vista a contribuição do projeto no rendimento escolar das meninas. As propostas do projeto foram bem-sucedidas e as bolsistas conseguiram alcançar os objetivos com o aumento das médias, a compreensão dos conteúdos e a melhora significativa da leitura, oralidade e escrita das meninas. Para as bolsistas a oportunidade de trabalhar em um espaço não formal de educação exercendo o papel docente foi de suma importância para suas vivências enquanto acadêmicas do curso de pedagogia, oportunizando novas possibilidades de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
DOMINGUES, S.; MOREIRA, C.; KANITZ GENTIL, V. PIBID: INTERVENÇÕES PEDAGÓGICAS NA CASA DA MENINA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.