CONHECENDO A ESCOLA CÍVICO-MILITAR

  • Elisandra da Silva Paz Ribeiro
  • Jaluza das Neves Alves Fernandes
  • Gilnara da Costa Correa Oliveira
Rótulo Escola, cívico-, militar, Disciplina, Educação, Métodos

Resumo

No ano de 2019 o governo federal lançou o Programa das Escolas Cívico-Militares. A previsão é para a implantação de 216 escolas até 2023. A disciplina dentro das escolas será o principal objetivo da implantação deste programa, que segundo o presidente da república resultará no crescimento do país (BRASIL,2019). O ensino será implantado do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. Os estados e distrito federal indicarão duas escolas para participar do projeto piloto. O município de Bagé, cidade da Região da Campanha, possui duas escolas que participam do projeto, com previsão para o início no 1º semestre de 2020. As escolas contarão com a presença de militares da reserva com o objetivo de manter a ordem e a disciplina no local. (BRASIL,2019). Este trabalho traz como objetivo o caráter informativo e reflexivo sobre este novo formato disciplinar dentro das escolas. O método utilizado foi uma revisão bibliográfica no portal do Ministério da Educação verificando a forma que será implantado este programa. Também foi realizada uma entrevista com a supervisora de uma das escolas que fazem parte do projeto na cidade de Bagé. O material utilizado para entrevista foi um questionário com questões relacionadas a aplicação do programa do governo federal. Na entrevista foi relatado que o projeto seguirá um Regimento da escola cívico-militar, ainda sujeito a mudanças. A escola contará com quatro policiais reformados que cuidaram da escola cívico-militar abordando temas como, cidadania, convivência, disciplina, boa apresentação e serão ensinados aos alunos ordem unida. Todo aluno receberá uma pontuação inicial de sete pontos, à qual poderá aumentar ou diminuir dependendo de seu desempenho. As disciplinas continuaram abordadas por professores da rede municipal e seguiram as Leis das Diretrizes de Bases e o Referencial Curricular Gaúcho. Para o ingresso de novos alunos nestas escolas será realizada uma prova analisando o desempenho do aluno, caso haja vaga na escola. Segundo o Ministério da Educação (MEC), as escolas que já seguem este formato possuem um Índice de Desenvolvimento da Educação Básica maior que as civis, a taxa de evasão é somente de 29% e a reprovação é 37,4% inferior ao comparado (BRASIL,2019). Conclui-se que no decorrer de 2020 deverão ser realizadas pesquisas para que seja analisado o novo sistema implantado dentro das escolas públicas, não somente em relação a notas e a evasão, mas sim analisar o aluno como um todo, pois com este novo método de disciplina imposta há necessidade de analisa-lo como um ser social, se este continuará tendo suas próprias iniciativas como indivíduo, tendo capacidade de determinar suas próprias condutas, refletindo e escolhendo valores em meio à diversidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
DA SILVA PAZ RIBEIRO, E.; DAS NEVES ALVES FERNANDES, J.; DA COSTA CORREA OLIVEIRA, G. CONHECENDO A ESCOLA CÍVICO-MILITAR. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.