RELATO DE EXPERIÊNCIA DE APOIO AO USO DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EM UMA ESCOLA PÚBLICA

  • Tobias Tirola
  • Amanda Meincke Melo
  • Maria Cristina Graeff Wernz
Rótulo Tecnologias, Digitais, Informática, Educação, Extensão, Universitária

Resumo

O uso de tecnologias digitais e o acesso à Internet nas escolas avançam no Brasil. De acordo com o Cetic.br, a maioria das instituições já possui, ao menos, um computador e 91% das escolas públicas afirmam ter uma rede sem fio; do total de escolas públicas brasileiras, 81% delas têm laboratórios de informática, mas somente 59% deles são usados. Na sociedade atual, de conectividade digital expressiva, a informação é compartilhada de forma rápida e o contato entre diversas localidades é facilitado, ampliando o desempenho no desenvolvimento de uma série de atividades, como a construção de textos e gráficos com apoio de ferramentas online, pesquisa de temas para responder a questões abordadas nas disciplinas e utilização de jogos educacionais na web para aplicação de conhecimento em áreas como Matemática e Língua Portuguesa. Nesse contexto, em Alegrete/RS, desde 2010, o GEInfoEdu Grupo de Estudos em Informática na Educação, do Campus Alegrete da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), com o protagonismo de estudantes dos cursos da área da Computação, desenvolve ações de extensão de apoio ao uso da informática em escolas de educação básica, municipais e estaduais. É objetivo deste trabalho realizar o relato de uma experiência extensionista em Informática na Educação. Duas vezes por semana, realizam-se atividades no laboratório de informática da EEEF Oswaldo Dornelles, localizada na Vila Nova, atendendo a alunos do quarto e do quinto ano. O laboratório da escola possui doze computadores com o sistema operacional Linux Educacional. Estes possuem baixo poder de processamento e se mostram obsoletos para explorar os recursos da Internet. As atividades são planejadas para aproveitar, do melhor modo possível, a infraestrutura disponível. A metodologia utilizada varia de acordo com as necessidades dos professores para ministrar os conteúdos curriculares. Tem sido possível perceber um aumento do nível técnico de professores e alunos da educação ao desenvolver tarefas no ambiente do laboratório e no manuseio do computador. O engajamento dos professores, em particular, tem influenciado positivamente nesse resultado, uma vez que seu envolvimento impacta diretamente no engajamento dos estudantes nas atividades desenvolvidas. Para os alunos, a abordagem dos conteúdos curriculares, de modo flexível, com o uso dos computadores, tem se mostrado atrativa, o que aumenta a produtividade e o desenvolvimento pessoal de cada um deles. A atuação como extensionista, em contexto escolar, tem oportunizado ampliar o contato com a comunidade, explorar o domínio educacional e colaborar na resolução de seus problemas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
TIROLA, T.; MEINCKE MELO, A.; CRISTINA GRAEFF WERNZ, M. RELATO DE EXPERIÊNCIA DE APOIO AO USO DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EM UMA ESCOLA PÚBLICA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.