FEIRA DE CIÊNCIAS: UMA ANÁLISE DA PARTICIPAÇÃO DE ALUNOS E PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO

  • Jessica Botelho
  • Juliana Haidèe Palheta Tavares
  • Aline Lopes Balladares
Rótulo Feira, Ciências, Divulgação, Científica, Educação, básica

Resumo

Realizada por nove anos consecutivos, desde 2011, a Feira de Ciências - Unipampa Caçapava do Sul se consolida como um ambiente não formal de ensino, proporcionando a qualificação do processo ensino aprendizagem em todos os níveis da Educação Básica. Durante o evento é aplicada uma pesquisa de opinião que visa levantar aspectos globais relacionados ao mesmo. Este trabalho considera os documentos dos anos 2016, 2017 e 2019, para avaliar a perspectiva dos participantes, ponderando os pontos mais frequentes em relação a repercussão e a influência da Feira de Ciências como um espaço não formal de ensino e no despertar do interesse pela Ciência nos alunos e aprimoramento das práticas dos professores. O trabalho foi realizado a partir do levantamento de formulários respondido por 140 alunos e 27 professores correspondentes ao ensino médio e técnico e, com base nos dados analisados, nos anos de 2016, 2017 e 2019, respectivamente 23,21%, 38, 46% e 41% dos alunos já haviam participado da Feira de Ciências em outros anos. Dos alunos participantes, em 2016, 66,07% acreditam que a participação é importante para agregar e aprimorar conhecimentos, em 2017 e 2019 as porcentagens foram respectivamente 69,23% e 75%. Enquanto que em 2016, 41,07% dos alunos acreditam na importância da participação para a exposição de seus próprios projetos, em 2017 e 2019 respectivamente 46,15% e 40,52% tem essa mesma perspectiva; Das opiniões observadas em relação aos pontos abordados acima pelos professores, em todos os anos 62, 96% já participaram de outras edições do projeto. Respectivamente, 57,14%, 75% e 80% dos professores acreditam que a participação agrega e aprimora o conhecimento. Em relação a participação como forma de expor os projetos dos alunos de suas escolas, em 2016 100% dos professores vem este projeto como meio de desenvolvimento e organização do saber, enquanto que esta percepção se dá em 37,5% em 2017 e 40% em 2019. Os dados expostos conotam os resultados da Feira de Ciências com relação ao seu objetivo de difundir a ciência e a tecnologia, tendo em vista a disposição dos participantes em absorver o conhecimento, bem como propaga-lo nestes âmbitos. Outro ponto relevante apontado na pesquisa é a influência dos docentes que positivamente promovem no espaço escolar o incentivo a ciência e a tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
BOTELHO, J.; HAIDÈE PALHETA TAVARES, J.; LOPES BALLADARES, A. FEIRA DE CIÊNCIAS: UMA ANÁLISE DA PARTICIPAÇÃO DE ALUNOS E PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.