NEUROBLITZ: IMPACTO DE AÇÕES DE DIVULGAÇÃO DA NEUROCIÊNCIA JUNTO A EDUCAÇÃO BÁSICA DE URUGUAIANA/RS

  • Victoria Avila Martini
  • Pamela Billig Mello Carpes
  • Ben Hur Souto Neves
Rótulo Neurociência, divulgação, ações

Resumo

Introdução: A neurociência tem como objeto de estudo o sistema nervoso (SN), o que abrange os processos de aprendizagem e memória. A divulgação das bases neurobiológicas relacionadas a estes processos, fruto de pesquisas científicas, auxilia no entendimento de como o cérebro aprende e na identificação de problemas de aprendizagem, relacionados a aspectos cognitivos, motivacionais, emocionais ou outros. Neste sentido, o Programa de Divulgação da Neurociência POPNEURO desenvolve estratégias que visam divulgar conceitos relacionados à neurociência, especialmente no ambiente escolar. As Neuroblitzes são uma estratégia que o programa utiliza para isso e visam discutir como o cérebro funciona, desmistificar entendimentos equivocados, e, desta forma, contribuir na promoção da saúde e bem-estar dos alunos. Objetivo: Relatar o impacto das ações de popularização da neurociência realizadas junto a alunos de uma escola de educação básica (EB) no município de Uruguaiana/RS em 2018. Materiais e métodos: As Neuroblitzes foram realizadas com 28 alunos do 5º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Cabo Luiz Quevedo, localizada em um bairro periférico do município de Uruguaiana/RS. Foram realizadas atividades teórico-práticas através de visitas semanais abordando temas da neurociência adequados à faixa etária dos alunos, ao longo do segundo semestre de 2018. Os temas trabalhados foram divididos em 5 módulos: (i) Introdução à Neurociência (anatomia, células e sinapses do SN); (ii) Neuromitos (informações equivocadas sobre o SN); (iii) Alterações no SN (a partir de casos clínicos foram trabalhados temas como Autismo e Síndrome de Down); (iv) Saúde e SN (hábitos que contribuem e que não contribuem para a saúde do cérebro); e, (v) Como se faz pesquisa em neurociência (métodos de pesquisa, desmistificação da imagem do cientista e do estereótipo de gênero). Para avaliação das ações, foi aplicado um questionário ao início e ao término das atividades. Este projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UNIPAMPA (parecer n. 3.138.705). Resultados e Discussão: Dos 28 alunos que participaram das ações, 22 responderam o questionário ao início, e 16 responderam ao final. Quando questionamos se os neurônios se conectam, 40,91% (n = 9) respondeu que sim, percentual que, após as atividades, subiu para 75% (n = 12), demonstrando que houve melhor compreensão acerca do SN. Quando afirmamos que existe uma pílula da inteligência inicialmente 06 alunos concordaram e após a intervenção 03 alunos concordaram, destacando que houve elucidação deste neuromito. Ainda, ao final das atividades 90% (n = 14) dos alunos afirmou ter gostado das atividades e ainda 70% (n = 11) concorda que a neurociência tem relação com o seu dia-a-dia. Conclusão: As Neuroblitzes tiveram impacto positivo junto aos alunos da EB, uma vez que promoveram melhor entendimento sobre o funcionamento SN, bem como associação da neurociência com o seu cotidiano.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
AVILA MARTINI, V.; BILLIG MELLO CARPES, P.; HUR SOUTO NEVES, B. NEUROBLITZ: IMPACTO DE AÇÕES DE DIVULGAÇÃO DA NEUROCIÊNCIA JUNTO A EDUCAÇÃO BÁSICA DE URUGUAIANA/RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.