PROJETO FACHADA LIMPA: PERCEPÇÃO DOS CONSUMIDORES SOBRE AS FACHADAS DOS PRÉDIOS COMERCIAIS DE SÃO BORJA

  • Lucas de Almeida Gomes
  • Lucas de Almeida Gomes
  • Maria Eduarda Mathias
  • Renata Patricia Correa Coutinho
  • Denise Aristimunha de Lima
  • João Antônio Gomes Pereira
Rótulo Comunicação, visual, Fachadas, Comerciais, São, Borja

Resumo

O Projeto de Extensão Fachada Limpa foi criado em 2018 por discentes e docentes do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Federal do Pampa, Campus São Borja. Atualmente, são discutidas inúmeras maneiras de realizar uma comunicação que possibilite o desenvolvimento dos espaços comerciais e ao mesmo tempo não polua a paisagem visual urbana. São Borja possui um grande patrimônio arquitetônico que em grande parte não é utilizado de maneira adequada, por exemplo, as fachadas dos prédios situados no centro comercial da cidade sofrem com uma grande precariedade. Nesta perspectiva, o Projeto procura contribuir com a discussão sobre tal problemática no município, tendo como objetivo auxiliar no desenvolvimento de espaços comerciais através do uso de uma comunicação visual externa eficiente e que ao mesmo tempo preserve a arquitetura histórica e a harmonização da paisagem urbana. Como uma ação prevista para implementação do projeto foi necessária a realização de uma pesquisa quantitativa para coleta de dados junto aos consumidores são-borjenses, a qual possibilitou a apreensão da opinião dos consumidores são-borjenses a respeito da comunicação visual externa dos prédios comerciais localizados na cidade o formulário para coleta de dados continha um total de 11 questões, entre as quais, sete questões relacionadas ao perfil do entrevistado e quatro delas dedicadas ao grau de importância aos elementos estéticos das fachadas, como iluminação, pintura, harmonia, etc. A pesquisa foi aplicada pelos alunos voluntários do projeto nas principais ruas e avenidas comerciais da cidade em outubro de 2018, perfazendo um total de 74 entrevistados. Através do tratamento dos dados foi constatado o grande valor de uma comunicação visual externa para os consumidores são-borjenses, isto é, 77% dos entrevistados afirmaram que a harmonia na fachada comercial é um aspecto muito importante, e 18% consideraram importante, ainda, 28% dos entrevistados, sentem-se bem ao visualizar as fachadas do centro comercial de São Borja. Pode-se concluir que a identidade visual externa de um comércio é imprescindível na relação cotidiana dos consumidores são-borjenses, além das fachadas comunicarem, melhoram a visualização dos ambientes do município, visto que, 49% dos entrevistados se sentem incomodados em relação às fachadas atuais dos comércios, e ainda 30% sentem-se inseguros em relação ao avanço das marquises sobre as calçadas, e 39% asseguram a importância da preservação dos elementos históricos arquitetônicos, com isso é sugerido pelos entrevistados um design clean, uma boa iluminação, o uso adequado das cores na concepção gráfica da fachada, e por fim, o respeito aos elementos arquitetônicos dos prédios de São Borja.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
DE ALMEIDA GOMES, L.; DE ALMEIDA GOMES, L.; EDUARDA MATHIAS, M.; PATRICIA CORREA COUTINHO, R.; ARISTIMUNHA DE LIMA, D.; ANTÔNIO GOMES PEREIRA, J. PROJETO FACHADA LIMPA: PERCEPÇÃO DOS CONSUMIDORES SOBRE AS FACHADAS DOS PRÉDIOS COMERCIAIS DE SÃO BORJA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.