DIAGNÓSTICO E ALTERNATIVAS FORRAGEIRAS PARA UM SISTEMA PRODUTIVO DE CRIA COM AUMENTO DE DEMANDA NUTRICIONAL

  • Geovana Dorneles
  • Sigrid Machado de Paiva
  • Giovano Burch Martins
  • Herlon Thadeu da Silva Mendel
  • Helena Brocado Comin
  • José Acélio Silveira da Fontoura Júnior
Rótulo Assistência, técnica, bovinocultura, corte, novilhos

Resumo

A bovinocultura de corte foi por muito tempo à base econômica da região da Campanha Gaúcha e, atualmente, ainda é uma das principais atividades dessa região, e os pecuaristas chamados familiares, apesar de suas propriedades serem representadas por áreas menores, elas são em grande número e respondem por boa parte da produção de terneiros dessa região, baseando sua produção no uso de pastagens nativas. A partir da assistência técnica pode se buscar alternativas de utilização mais racional desse recurso forrageiro, podendo complementa-lo com o uso de pastagens cultivadas, forragens conservadas, introdução de espécies e adubação da pastagem natural, entre outros. O objetivo deste trabalho foi realizar um diagnóstico de produção e sugerir alternativas de aumento da capacidade de suporte de uma propriedade rural caracterizada como familiar. Como parte do projeto de Assistência técnica a pecuaristas familiares, foi realizado o presente trabalho em uma propriedade no município de Bagé RS, na região das Palmas, onde foi realizado um diagnóstico do sistema de produção, através do levantamento sobre a área do imóvel, número de animais, espécie, além dos dados produtivos e reprodutivos. Foi solicitado pelo pecuarista alternativas para que, dentro da mesma área, comporte mais cem terneiros, estes irão permanecer na propriedade no período de outono-inverno (2020). A partir disto, realizouse um levantamento de dados para auxiliar o produtor na tomada de decisão, oferecendo a ele quatro cenários possíveis para viabilizar a maior demanda que ocorrerá. Dentro destes, foi feita a análise econômica dos custos de implantação de cada um deles, e ainda qual seria a possível carga animal que cada um comportaria. Foi realizado um planejamento forrageiro, apresentando quatro alternativas, sendo: 1- produção de silagem de milho, com oferta de 1% do peso vivo; 2- silagem de milho com oferta de 0,5% do peso vivo; 3- melhoramento de campo nativo com introdução de espécies; 4- melhoramento de campo nativo com introdução de espécies e adubação. O tratamento com oferta de 1% do peso vivo, de silagem de milho, se mostrou melhor em comparação com o de oferta de 0,5%, porém na silagem ocorrem mais perdas se for mal manejada, então a alternativa mais indicada ao pecuarista, foi a 4, que se mostrou mais vantajoso em relação custo benéfico, essa área possibilitará fornecer um aporte maior de produção de matéria seca e consequentemente, irá aumentar a capacidade de suporte. O melhoramento de campo nativo com adubação e introdução de espécies mostrou maior vantagem ao produtor, para manter o desempenhos dos terneiros na período de outono inverno.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
DORNELES, G.; MACHADO DE PAIVA, S.; BURCH MARTINS, G.; THADEU DA SILVA MENDEL, H.; BROCADO COMIN, H.; ACÉLIO SILVEIRA DA FONTOURA JÚNIOR, J. DIAGNÓSTICO E ALTERNATIVAS FORRAGEIRAS PARA UM SISTEMA PRODUTIVO DE CRIA COM AUMENTO DE DEMANDA NUTRICIONAL. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.