GRUPO DE TRABALHO PECUÁRIA DO AMANHÃ

  • Guilherme De David
  • Thaís Lopes Gonçalves
  • Renata Garcez Amaral
  • Bibiana Bastos Giudice
  • Vanuza Prestes Azolin
  • Ricardo Pedroso Oaigen
Rótulo Indicadores, Integração, Competitividade, Desenvolvimento

Resumo

A atividade pecuária na fronteira oeste do Rio Grande do Sul (RS) é caracterizada por pouca competitividade e baixos índices produtivos. Diante dessa problemática, foi criado o Grupo de Trabalho Pecuária do Amanhã ‒ GTPA, que através da união de produtores visa estimular a troca de experiencias técnicas e gerenciais a fim de melhorar a realidade da atividade na Fronteira Oeste do RS. Assim, esse trabalho tem por objetivo apresentar e quantificar as ações desenvolvidas ao longo dos quatro anos da existência do grupo que é composto por 12 propriedades rurais, representadas por três participantes. O grupo utiliza o benchmark como ferramenta afim de comparar indicadores e identificar as melhores práticas. Desse modo, para o levantamento de informações referentes a cada propriedade, cada empresa recebe uma planilha que deve ser completada com os dados brutos sobre seu respectivo sistema de produção, durante o ano pecuário estabelecido de julho a junho. Esses dados são planilhados e transformados em indicadores de produção, que ao final de cada ano são apresentados e comparados aos valores de referência (benchmark) em um encontro que reúne todo o grupo em um evento de encerramento anual. Outra atividade exercida no projeto consiste em visitas mensais as propriedades que compõem o grupo, ocorrendo um rodízio entre as propriedades, durante os meses de fevereiro a dezembro. As visitas tem início às 8:00 horas com a apresentação dos indicadores econômicos e zootécnicos da propriedade; às 10 horas é realizado a gira de campo em que os produtores visualizam lotes de animais, pastagens e parte da infraestrutura da propriedade; às 12 horas é realizado um almoço de confraternização com os participantes; às 13:30 esses participantes são divididos em três grupos e respondem cinco questionamentos do anfitrião a respeito dos pontos de melhoria no sistema até o encerramento do encontro, que ocorre às 17:30. O GTPA está no seu quarto ano de atividades e já foram realizadas, até o presente momento, 48 edições, sendo 37 visitas nas propriedades que compõem o grupo, oito visitas técnicas em propriedades de referência no ramo e três edições de encerramento do ano. A união do grupo também possibilitou a compra de produtos coletivos como, por exemplo, sementes, adubos, rações, aumentando o poder de barganha devido ao maior volume de compra. Neste ano outras propriedades demonstraram interesse e formaram um segundo grupo denominado GTPA 2, composto por doze propriedades rurais. Além da importante ação de extensão, os resultados das empresas vêm sendo utilizados para o desenvolvimento de dois projetos de Pós-Graduação (Mestrado), que visam entregar ainda mais conhecimento científico aplicado ao campo. Portanto, este trabalho cumpriu com objetivo de apresentar e quantificar as ações desenvolvidas pelo grupo, além de mostrar o importante papel de extensão do projeto para a bovinocultura de corte da Fronteira Oeste do RS.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
DE DAVID, G.; LOPES GONÇALVES, T.; GARCEZ AMARAL, R.; BASTOS GIUDICE, B.; PRESTES AZOLIN, V.; PEDROSO OAIGEN, R. GRUPO DE TRABALHO PECUÁRIA DO AMANHÃ. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.