PERCEPÇÕES E CONCEITOS DE ESTUDANTES SOBRE O USO DE DROGAS ATRAVÉS DE UMA PEÇA TEATRAL

  • Mariana Balhego Rocha
  • Thais Pasqualli
  • Michel Mansur Machado
  • Betina Loitzenbauer da Rocha Moreira
  • Luis Flávio Souza de Oliveira
Rótulo Abuso, drogas, Drogadição, Promoção, saúde

Resumo

Introdução: Segundo a Organização Mundial da Saúde, o uso e abuso de drogas constitui um grave problema de saúde pública, afetando valores culturais, sociais, econômicos e políticos, em todo o mundo. A precocidade do uso destas substâncias vem crescendo consideravelmente e aumentando a vulnerabilidade em que jovens escolares são expostos, em diferentes camadas da sociedade. Com isso, pontes de comunicação com finalidade de reordenar informações, às vezes equivocadas, é uma estratégia que permite trabalhar a prevenção de drogas e comportamentos de risco em escolares. Objetivos: Analisar as percepções e conceitos de um grupo de estudantes do ensino fundamental após participação de etapa formativa a respeito do abuso de drogas a partir do desenvolvimento de uma peça teatral. Metodologia: Trata-se de uma abordagem qualitativa de natureza descritiva, em que os dados foram coletados durante as atividades realizadas com 20 estudantes de uma escola municipal da cidade Uruguaiana, que participaram de atividades formativas sobre a temática de drogas através de jogos em 2018 com a equipe executora do projeto. A estratégia para avaliar a percepção dos estudantes frente à temática da drogadição contou com o apoio dos professores da educação básica e baseou-se na criação de um roteiro teatral, onde os estudantes protagonizam uma peça em que as personagens dialogavam com algumas personificações de drogas em suas respectivas mentes. Os diálogos da peça foram criados pelos estudantes, deixando-os livres para expressarem-se. Neste contexto, foram abordados os principais efeitos da utilização das drogas mais conhecidas por eles, onde enfatizaram o sofrimento causado pela dependência do uso de drogas. As drogas selecionadas para esta atividade foram: maconha, cocaína, ecstasy, droga zumbi, crocodilo, cigarro e álcool. Resultados: Desde o primeiro encontro os estudantes se mostraram motivados na criação das falas das personagens (drogas e usuários de drogas). Além disso, ficou evidente a resistência na criação de falas em que os usuários aceitavam utilizar drogas, demonstrando a preocupação em conscientizar e transmitir o conhecimento à comunidade sobre os malefícios do uso/abuso de drogas. Foi possível observar que o critério para escolha de cada personagem foi através do conhecimento e/ou vivências dos estudantes sobre os efeitos de cada droga. Durante os ensaios do grupo, as falas foram adequadas para uma linguagem informal de dialeto comum à comunidade estudantil jovem. Conclusão: Acreditamos que esta forma de abordagem permitiu aos adolescentes uma reflexão sobre a temática, expondo suas experiências e conhecimentos. Ademais, novas formas de abordagens e estratégias pedagógicas relacionadas ao tema drogas facilita o processo de ensino-aprendizagem. A atuação do grupo teatral, é um recurso potente para mediar discussões que contribuam com a prevenção do abuso de drogas em adolescentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
BALHEGO ROCHA, M.; PASQUALLI, T.; MANSUR MACHADO, M.; LOITZENBAUER DA ROCHA MOREIRA, B.; FLÁVIO SOUZA DE OLIVEIRA, L. PERCEPÇÕES E CONCEITOS DE ESTUDANTES SOBRE O USO DE DROGAS ATRAVÉS DE UMA PEÇA TEATRAL. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.