AÇÕES DE SAÚDE EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Carolina Heleonora Pilger
  • Danielen Antunes Eggres
  • Luana Antunes Sigaran
  • Caroline Andressa Bortoluzzi Zalamena
  • Laísa Escobar Sitja
  • Rodrigo de Souza Balk
Rótulo Idoso, Saúde, Instituição, Longa, Permanência

Resumo

O envelhecimento populacional é um alerta para os serviços de saúde e familiares, visto que trata-se de uma população que necessita de cuidados específicos. A partir disso, observa-se uma demanda pela procura de instituições de longa permanência. Partindo desta compreensão, as ações desenvolvidas por um Programa de Educação Tutorial Práticas Integradas em Saúde Coletiva (PET PISC), visam a aproximação dos acadêmicos com os idosos e com os cuidadores com o intuito de promover saúde e qualidade de vida nessa população. Objetivou-se relatar as atividades realizadas em uma Instituição de longa permanência de Uruguaiana/RS. O As atividades ocorrem desde março deste ano com periodicidade semanal e contemplando ações de Enfermagem e Fisioterapia. A Instituição compreende 28 idosos, 19 do sexo feminino e 9 do sexo masculino. A equipe de profissionais contempla 8 cuidadores e 3 técnicos de enfermagem com atividades nos turnos da manhã, tarde e noite. Entre as ações realizadas destaca-se a construção e implementação de prontuários. Realizou-se também capacitações, a partir de demandas que surgiram no período que iniciaram as atividades, onde os temas abordados foram: cuidados com feridas, tipos de feridas e cobertura adequada para cada lesão. Demais atividades realizadas são alongamentos individuais ou em grupos, verificação de sinais vitais e orientações relacionadas a prevenção e promoção da saúde para os idosos. Por meio da construção e implementação dos prontuários pode-se garantir uma melhor organização e gerenciamento dos idosos residentes no lar, além de ser um instrumento de fácil acesso para a equipe. Coletou-se dados relevantes sobre o idoso e sua condição de saúde, através de entrevistas com os profissionais do lar e por vezes com os idosos. Além disso, observou-se que os cuidadores necessitavam de qualificações voltadas para técnicas adequadas de cuidado ao idoso, visto isso, fez-se necessário realizar capacitações para a equipe. Através das capacitações ocorre o aperfeiçoamento de técnicas e atualizações necessárias. As atividades de alongamento ofertadas pelos acadêmicos bolsistas buscam a integração dos idosos e uma fuga da rotina habitual, além de ser uma forma de melhoria na qualidade de vida, contribui também para aumentar a capacidade da mobilidade para essa população. Com isso, pode-se concluir que as ações realizadas na instituição de longa permanência contribuem para as práticas de promoção de saúde e prevenção de doenças, visto que a aproximação com os idosos e os profissionais possibilitou a criação de estratégias para um cuidado apropriado e uma melhoria na qualidade de vida do idoso.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
HELEONORA PILGER, C.; ANTUNES EGGRES, D.; ANTUNES SIGARAN, L.; ANDRESSA BORTOLUZZI ZALAMENA, C.; ESCOBAR SITJA, L.; DE SOUZA BALK, R. AÇÕES DE SAÚDE EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.