PROMOVENDO SAÚDE MENTAL EM GRUPO DE GESTANTES NA ATENÇÃO BÁSICA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Diego Fernandes Leal
  • Lais Rodrigues Monteiro
  • Gustavo Salgado Carrazoni
  • Bruna Cristiane Furtado Gomes
  • Vanessa Alvez Mora Da Silva
Rótulo Educação, Saúde, Gestantes, Mental

Resumo

Introdução: A gestação é um período de mudanças e desafios que requerem uma atenção à saúde da mulher, mesmo classificada de baixo risco, atentando à prevenção ou agravo de complicações. O risco gravídico envolve tanto condições clínico-obstétricas quanto aspectos psicoemocionais com o propósito de compreender o risco potencial, requerendo adaptações físicas, psicológicas e atenção especializada (MARTINELLI, Et al. 2014). Discussões grupais, dinâmicas e dramatizações configuram-se como uma oportunidade de compartilhamento de informações entre usuárias e profissionais da saúde, bem como sua discussão (SOUZA, et al. 2017). Com isso, boas práticas, aliadas a equipe multidisciplinar, podem contribuir para a mudança no cenário obstétrico, a fim de qualificar o cuidado na gravidez, no parto e no puerpério (ALVES, 2019). As Residências Multiprofissionais em Saúde visam promover mudanças na qualificação profissional e fomentar a integração ensino-serviço, assegurando a organização dos serviços e a integralidade como eixo orientador das práticas da atenção (CASANOVA, BATISTA, MORENO, 2018). Objetivo: O estudo objetiva descrever uma atividade educativa com um grupo de gestantes com vistas à promoção da auto-estima e melhora na qualidade de vida nesta fase de suas vidas, assim como identificar as suas reações frente às intervenções propostas. Material e métodos: Estudo descritivo, referente ao relato de experiência de uma abordagem com grupo de gestantes do território de uma Estratégia da Saúde da Família. Utilizando rodas de conversas, observou-se através de relatos das participantes, questões relacionadas a autoimagem, auto-cuidado, corporeidade e mudanças de comportamento, sendo assim, a equipe em parceria com a Residência multidisciplinar de saúde mental coletiva, ofertaram ensaio fotográfico com maquiagem e cabelo. Resultados e discussão: A atividade proposta contou com seis gestantes que participaram desse momento, onde além de maquiagem, cabelo e fotos, foram dispostos figurinos e lanche para confraternização. No primeiro momento do encontro foi realizada roda de conversa sobre alimentação saudável no pré e pós-parto. No segundo momento, as maquiagens, cabelos e troca de roupas. No terceiro momento foi onde elas realizaram as fotos em ambiente externo. Ao fim foi oferecido lanche para confraternizar, Nesse momento houve relatos positivos dessa experiência, sobre sentirem-se tristes, deprimidas, tendo uma autoimagem depreciativa com a autoestima em baixa, e isto ajudou-as a se sentirem mais belas, valorizadas e especiais. Conclusão:A experiência traz à tona a importância que ações de cuidado humanizado nem sempre requerem grandes recursos, e com apoio da comunidade, é simples colocá-las em prática tendo vários benefícios a qualidade de vida. Estreitando o vínculo gestante com o serviço de saúde e a gestante com seu bebê, e oferendo experiências positivas durante a gestação, fazendo essa uma lembrança prazerosa do gestar.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
FERNANDES LEAL, D.; RODRIGUES MONTEIRO, L.; SALGADO CARRAZONI, G.; CRISTIANE FURTADO GOMES, B.; ALVEZ MORA DA SILVA, V. PROMOVENDO SAÚDE MENTAL EM GRUPO DE GESTANTES NA ATENÇÃO BÁSICA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.