A PRÁTICA DO MÉTODO PILATES EM CRIANÇAS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Tassiane Suterio de Oliveira
  • Bruna Bibiano
  • Hemanuelly Rigonatto
  • Taynara Barcelos
  • Aneselise Dumke
  • Simone Lara
Rótulo Aprendizagem, Crianças, Pilates

Resumo

INTRODUÇÃO: A aprendizagem é o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo, e esse processo de ensino dentro da escola é algo muito complexo, pois sofre influência de diversos fatores sociais, culturais, ambientais, genéticos, afetivos, familiares e econômicos. Há evidências que a falta de estimulo motor pode levar a dificuldades na aprendizagem, atenção, leitura, escrita e linguagem. Apesar da prática de atividade física na infância ser de extrema importância, no Brasil, em algumas escolas públicas, a disciplina de Educação Física só é prevista a partir dos anos finais do Ensino Fundamental, fato este que implica de modo negativo no desenvolvimento das potencialidades globais da criança, e assim, pode comprometer o rendimento escolar dos alunos. Neste contexto, uma das modalidades de atividade física que pode ser aplicado com o público infantil é o método Pilates, que tem como princípios: a concentração, centro de força (powerhouse), fluidez, precisão, respiração e controle dos movimentos. Por meio destes princípios, o método trabalha o corpo como um todo, agindo diretamente no controle neuromuscular, força, equilíbrio e consciência corporal, podendo ser trabalho de maneira lúdica através de uma variedade ampla de exercícios. Desde modo, o objetivo deste trabalho é descrever, por meio de um relato de experiência, a abordagem do método Pilates em crianças com dificuldades de aprendizagem. METODOLOGIA: Esse relato de experiência faz parte de um projeto de extensão e de pesquisa, realizado em uma escola pública municipal em Uruguaiana/RS, aprovado no Comitê de Ética em Pesquisa da UNIPAMPA (registro n. 457.088). Cabe ressaltar que o estudo está em andamento ao longo deste ano em vigência. Atualmente, participam do projeto 12 crianças, selecionadas pela escola, uma vez que apresentam dificuldades de aprendizagem, tais como atenção, escrita, fala, coordenação motora e equilíbrio. Cada criança é atendida individualmente por um tempo de aproximadamente 50 minutos, sendo uma sessão semanal. As atividades a serem realizadas são previamente selecionadas de acordo com as necessidades de cada um. Assim, foram realizados exercícios do método praticados no solo/ mat Pilates, acessórios e em aparelhos específicos do Pilates, em uma sala de aula, cedida pela própria escola. RESULTADOS: Ao longo desse projeto, percebemos que os escolares apresentaram melhoras nos aspectos relacionados a atenção, escrita, coordenação motora e equilíbrio corporal. Acredita-se que tais melhoras podem implicar positivamente no rendimento dentro da sala de aula, de acordo com a percepção relatada pelos próprios professores e pelas acadêmicas que acompanham de perto as crianças durantes as sessões. CONCLUSÕES: Podemos concluir que a prática do Pilates nessas crianças pode contribuir de forma positiva no contexto escolar, servindo como uma ferramenta para a estimulação dos níveis de atenção, desenvolvimento motor e cognitivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
SUTERIO DE OLIVEIRA, T.; BIBIANO, B.; RIGONATTO, H.; BARCELOS, T.; DUMKE, A.; LARA, S. A PRÁTICA DO MÉTODO PILATES EM CRIANÇAS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.