SUSTENTABILIDADE DE UMA PROPRIEDADE ADERIDA AO PROGRAMA GESTÃO SUSTENTÁVEL DA AGRICULTURA FAMILIAR EM SÃO BORJA/RS

  • Eduarda Garcia Ferreira
  • Roseli de Mello Farias
Rótulo extensão, rural, indicadores, sustentabilidade, desenvolvimento, sustentável

Resumo

Os impactos fomentados pela Revolução Verde, em nada contribuíram para a melhoria das condições de vida dos agricultores familiares, pelo contrário, impulsionaram o êxodo rural e a desvalorização de formas de cultivo tradicionais. A extensão rural teve papel fundamental na disseminação das práticas modernizantes da agricultura. Diante disso, entende-se como indispensável a transição para um modelo alternativo de agricultura que considere a sustentabilidade em todas as suas dimensões (ambientais, sociais e econômicas). Cabe a uma nova extensão rural o papel de sistematizar o desenvolvimento rural sustentável da agricultura familiar. O objetivo deste trabalho foi caracterizar uma propriedade rural aderida ao Programa Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, localizada no município de São Borja, Estado do Rio Grande do Sul. Por meio do Diagnóstico Rural Participativo, angariou-se os subsídios para, posteriormente, obter 21 indicadores de sustentabilidade, subdivididos nas temáticas ambientais, socioculturais e econômicas, também objetivou-se investigar a relevância do programa para a gestão sustentável do empreendimento rural familiar em estudo. Foram utilizadas as seguintes ferramentas de Diagnóstico Rural Participativo: análise de fontes secundárias, entrevista não estruturada, entrevista semiestruturada e caminhada transversal, e três parâmetros de avaliação (1, 5 e 10). Também foi utilizado o Gráfico de Radar para representar de forma sistêmica e integrada os indicadores da sustentabilidade do agroecossistema. A partir da quantificação de todos os indicadores de sustentabilidade verificou-se que a média geral obtida nos três eixos indicativos atingiu o valor de 5,95. Isso mostra que a propriedade rural em questão apresenta grau adequado ou aceitável de sustentabilidade. Constatou-se que que o assessoramento prestado através do Programa Gestão Sustentável da Agricultura Familiar foi primordial para a permanência da família no meio rural. Contudo, evidencia-se que para o aumento dos índices de sustentabilidade, os eixos que integram o conceito de desenvolvimento rural sustentável precisam ser abordados equitativamente. Destaca-se no eixo ambiental, a necessidade em elaborar um plano de gerenciamento do saneamento básico na propriedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
GARCIA FERREIRA, E.; DE MELLO FARIAS, R. SUSTENTABILIDADE DE UMA PROPRIEDADE ADERIDA AO PROGRAMA GESTÃO SUSTENTÁVEL DA AGRICULTURA FAMILIAR EM SÃO BORJA/RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.