RP INCLUSIVA: UMA FERRAMENTA POTENCIALIZADORA DE INCLUSÃO NEGRA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO.

  • Willian Jhonathan Dias Bartolomé
  • Giulia Cibele Junges
  • Nathalia Andrade de Barros
  • Willian da Silva Gomes
  • Leonardo Macedo Rodrigues
  • Fernanda Sagrilo Andres
Rótulo Representatividade, Comunicação, Inclusão, Negritude, Ferramenta

Resumo

Este trabalho tem como objetivo fomentar a discussão sobre representatividade negra na Universidade Federal do Pampa e ainda propor uma ferramenta que colabore com a produção de comunicação socialmente consciente. Com o propósito de aproximarmos da realidade da comunidade negra da UNIPAMPA foi elaborada uma pesquisa de natureza qualitativa com técnica de entrevista em profundidade, realizado com 8 pessoas, que tinha como objetivo descobrir como tais sujeitos se sentem em relação a sua visibilidade nos meios de comunicação e ainda quanto a comunicação institucional da organização que pertencem. Obtivemos como resultados a carência de representatividade negra nos meios de comunicação e ainda a fragilização do senso de pertencimento de sujeitos negros na sociedade a qual eles não estão sendo devidamente retratados. Posterior a isto, abrimos em grupo, uma discussão para encontrar a melhor solução para este tipo de problema, surgindo então a idealização do Afrodrive, um banco de conteúdo que tivesse como diferencial o protagonismo negro. Optamos por direcionar produto a dois públicos de interesse, que por sua vez seriam considerados impulsionadores da comunicação inclusiva, sendo eles: discentes dos cursos de instituição social da UNIPAMPA e o setor de comunicação da mesma organização. Dito isto, o Afrodrive conta com 3 tipos de arquivos disponíveis: Imagens (fotografias), vídeos (cenas), e mockups (imagens editáveis). Estes arquivos foram produzidos pelo grupo idealizador do Afrodrive, retratam situações do cotidiano de estudantes universitários e foram pensados para serem utilizados em trabalhos acadêmicos dos cursos de comunicação, fomentando em futuros profissionais da área um pensamento mais inclusivo quanto aos conteúdos. Elaborado o produto, pensamos em duas campanhas a fim de atingir os objetivos estabelecidos, sendo elas: uma campanha que buscava fomentar a discussão sobre a visibilidade do negro na mídia tomando os discursos da pesquisa realizada como mensagem juntamente com a hashtag #ComoNegrosSãoVistos; e uma campanha de lançamento do Afrodrive, com peças de apresentação, e eventos para públicos internos (discentes, docentes e profissionais de comunicação da instituição) e externos (meios de comunicação regionais e organizações governamentais). Consideramos dentre os resultados obtidos, dois que validam os objetivos propostos por este trabalho: a boa repercussão nas redes sociais, abrindo espaços de diálogos de discentes negros da instituição e mensagens de apoio à causa; e utilização do banco por discentes e pela assessoria de comunicação institucional da UNIPAMPA. Podemos concluir com este trabalho que há sim a necessidade de discussões acerca da representatividade negra nos meios de comunicação, e ainda que os objetivos pré-estabelecidos foram alcançados abrindo portas para novas ideias socialmente consciente adentrarem à instituição.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
JHONATHAN DIAS BARTOLOMÉ, W.; CIBELE JUNGES, G.; ANDRADE DE BARROS, N.; DA SILVA GOMES, W.; MACEDO RODRIGUES, L.; SAGRILO ANDRES, F. RP INCLUSIVA: UMA FERRAMENTA POTENCIALIZADORA DE INCLUSÃO NEGRA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.