BRONCOPNEUMONIA EM TERNEIRA CAUSADA POR PASTEURELA SPP: RELATO DE CASO

  • Julia Ongaratto
  • Letícia Fraporti
  • Édipo Alex Malavolta Ramão
  • Taiani Ourique Gayer
  • Deise Dalazen Castagnara
  • Fernando Passon Casagrande
Rótulo Pleuropneumonia, Terneira, Pasteurella

Resumo

As doenças respiratórias possuem grande destaque dentro da categoria de bezerros, o alto índice de morbidade das mesmas, a exposição contínua do sistema respiratório à microrganismos potencialmente infecciosos, além da imunidade pouco desenvolvida desses animais, os torna susceptíveis a diversos tipos de pneumonias. Essa doença é responsável por grandes perdas econômicas e mortalidade dos animais, o período mais crítico de afecção é até a fase de desmame, sendo que as bactérias estão presentes em até 90% dessas infecções. Este trabalho tem como objetivo relatar o caso clínico de uma terneira com broncopneumonia e pleurite fibrinossupurativa difusa acentuada causada pelo agente Pasteurella spp. O caso foi acompanhado no Tambo de Leite da Universidade Federal do Pampa-Campus Uruguaiana, em uma terneira da raça Holandês, de aproximadamente 1 mês de idade, pesando 37kg, proveniente de uma propriedade leiteira do município de Uruguaiana. O animal foi encaminhado à universidade no dia 14/08/2019, com a informação da não ingestão do colostro, sendo que, logo na sua chegada, foram identificados alguns sinais clínicos, como dificuldade respiratória, taquicardia, intensa vocalização, falta de estímulo de sucção na ingestão do leite, consequentemente, dificultando o fornecimento do mesmo. Considerando a relevância que as patologias pulmonares tem, principalmente nos períodos inicias de vida, foram estabelecidos tratamentos medicamentosos utilizando os seguintes fármacos: Flunixin Meglumine, que possui potencial analgésico, anti-inflamatório e antipirético, Enrofloxacina 10%, um antibiótico de amplo espectro com ação para bactérias gram-negativas e gram-positivas. Além dos fármacos, realizou-se uma terapia de suporte para reposição de eletrólitos com soro de NaCl e glicose. Mesmo após estabelecimento dos tratamentos, o animal não apresentou melhora significativa, demonstrando falha na resposta terapêutica. A terneira veio a óbito no dia 23/08/19, sendo encaminhado para o Laboratório de Patologia Veterinária para a realização da necropsia a fim de constatar a causa da morte. No laudo histopatológico, relata-se um animal desidratado com bexiga repleta, mucosas pálidas e hidrotórax com fluído amarelo escuro. No sistema respiratório, relatou-se pleuropneumonia com fibrina amarela e aderências pleurais, além de presença de espuma na traqueia, o coração apresentava características de choque, sugerindo morte por falta de oxigenação. Por fim o diagnóstico morfológico foi de broncopneumonia e pleurite fibrinossupurativa difusa acentuada. Para a detecção do agente envolvido, foram encaminhadas amostras para o Laboratório e Bacteriologia, confirmando a presença de Pasteurella spp., esse agente é considerado um microrganismo residente da microbiota respiratória e é o agente primário da pleuropneumonia fibrinosa. Os achados de necropsia são compatíveis com a broncopneumonia bacteriana, confirmando quadro de imunossupressão e possível pneumonia aspirativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
ONGARATTO, J.; FRAPORTI, L.; ALEX MALAVOLTA RAMÃO, ÉDIPO; OURIQUE GAYER, T.; DALAZEN CASTAGNARA, D.; PASSON CASAGRANDE, F. BRONCOPNEUMONIA EM TERNEIRA CAUSADA POR PASTEURELA SPP: RELATO DE CASO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.