AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS NO MUNICÍPIO DE DOM PEDRITO-RS

  • Lucas Santos
  • Gabriela Beber Alves
  • Juliardi Lemos Cordeiro
  • Bruno Scorsatto Menegon
  • Bruno Jacobs
  • Fernando Zocche
Rótulo coliformes, Escherichia, coli, contaminação

Resumo

O presente trabalho foi realizado com o apoio do Programa de Desenvolvimento Acadêmico. A água é um recurso natural, indispensável e insubstituível para existência da vida na terra, possui um enorme valor econômico e é indispensável e estratégico para o desenvolvimento e provimento da população da cidade, quanto a que vive no interior. Dom Pedrito- RS não é diferente, pois está situada às margens do Rio Santa Maria e teve sua localização definida a partir deste rio. Embora toda a área urbana seja abastecida com água tratada, a zona rural tem dificuldades de acesso a este bem, utilizando-se de águas subterrâneas. Com este cenário, a potabilidade da água assume uma posição de grande importância em Dom Pedrito, principalmente na área rural, visto que a grande maioria das pessoas não trata a água para consumo, mesmo desconhecendo as condições microbiológicas que elas possuem. O objetivo deste trabalho foi fazer uma avaliação das águas subterrâneas, do município de Dom Pedrito - RS, com relação à qualidade microbiológica com o intuito de averiguar a possibilidade do seu uso nas pequenas propriedades urbanas e rurais, para fins de consumo humano. Foram coletadas 54 amostras de água dos mais diferentes pontos do município de Dom Pedrito, área rural e urbana. Cada amostra foi coletada em frascos estéreis e transportada para análises posteriores de coliformes totais e Escherichia Coli, sendo executadas conforme estabelecido no Manual de Métodos de Análises Microbiológicas para Alimentos (SILVA, 2017), com a utilização do Kit Colilert®. Observou-se 100% de contaminação de coliformes totais nas amostras, sendo este resultado esperado, visto que as águas analisadas não sofreram tratamento. Além disso, não há padrão na legislação para água com coliformes totais. Em relação à E. coli, observou-se que 88,9% das amostras, em relação ao panorama geral, estavam contaminadas. Também foi observado que em 100% dos poços analisados da área rural estão contaminados por E. coli, assim como 66,6% das amostras dentro do perímetro urbano, estando essas amostras em desacordo com o estabelecido na Resolução CONAMA nº 396/2008 e Portaria 05/2017 MS, as quais determinam que a água destinada para consumo humano não deva conter E. coli. Esse índice é alarmante visto que a presença de E. coli é indicador de sanidade insuficiente e acena com a possibilidade da ocorrência de doenças. As amostras coletadas de águas subterrâneas do município de Dom Pedrito estão contaminadas com coliformes e não são potáveis. Todos os poços da área rural estão contaminados por E. coli, assim como a maioria da área urbana, o que é preocupante visto que esta bactéria é responsável pela transmissão de inúmeras doenças. Evidencia-se a necessidade de se fazer uma melhor gestão do uso da água, orientar os usuários e identificar os pontos de contaminação, bem como possíveis soluções, para bem proceder ao tratamento da água antes de seu uso. Palavras chaves: coliformes 1. Escherichia coli 2. contaminação 3.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
SANTOS, L.; BEBER ALVES, G.; LEMOS CORDEIRO, J.; SCORSATTO MENEGON, B.; JACOBS, B.; ZOCCHE, F. AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS NO MUNICÍPIO DE DOM PEDRITO-RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.