DISSEMINAÇÃO DO TIFTON 85 NA FRONTEIRA-OESTE

  • Luiza Unamuzaga
  • Natieli de Melo Oliveira
  • Leticia Lopes Vargas
  • Gabriela Maidana Valença
  • Rodrigo Holz Krolow
  • Deise Dalazen Castagnara
Rótulo Nutrição, Fronteira-Oeste, Tifton, 85, Pecuária

Resumo

Introdução: Na região da Fronteira-Oeste do Rio Grande do Sul, observou-se uma grande carência de tecnologia para bons rendimentos na pecuária da região, tendo como consequência a escassez de campos de bom valor nutricional. Dentro das gramíneas do gênero Cynodon spp. destaca-se o capim Tifton 85 no qual possui alto potencial para fenação, ensilamento e pastejo em sistemas intensivos e semi-intensivos. O capim é resultado do cruzamento entre as forrageiras Tifton 68 e grama Bermudas, trata-se de uma perene e estolonífera que possui alta rusticidade, sendo uma forrageira favorável a ruminantes e equinos. Na Fronteira-Oeste, observa-se que o capim pode solucionar os problemas enfrentados na região. Objetivo: Sendo assim, este trabalho tem como objetivo realizar atividades de extensão que permitam a disseminação dessa forrageira na Fronteira-Oeste do Rio Grande do Sul. Metodologia: Para isso, a fim de se diagnosticar o nível de conhecimento sobre a forrageira, foi aplicado um questionário em meio a comunidade pecuária, envolvendo: produtores rurais, estudantes e técnicos de ciências agrárias. A mesma abordagem foi aplicada durante eventos agropecuários, juntamente a materiais de apoio e artigos científicos sobre o Tifton 85. Também foi feita a confecção de mudas deste capim para distribuição aos produtores locais a fim de propagar a planta na região. Resultado e discussão: O questionário aplicado foi composto por 15 questões, cujas de maior prioridade estão relacionadas ao conhecimento da comunidade sobre o capim. Dos entrevistados 66,7% dizem conhecer a planta. Sobre o interesse do público às informações técnicas oferecidas pelo grupo, 88,9% gostariam de receber essas recomendações, buscou-se saber a espécie do animal sobre o qual o público utilizaria o capim, 40% responderam Bovinos de leite e corte. A distribuição de mudas contou com a ajuda da Empresa de assistência técnica e Extensão Rural (EMATER), que foram distribuídas para pecuaristas locais. O Tifton 85 é uma forrageira adequada para a Fronteira-Oeste por ter rusticidade ao clima temperado da região e viável para implantações em pequenas e grandes fazendas. Conclusão: As ações de extensão realizadas foram efetivas para diagnosticar o nível de conhecimento sobre a forrageira e também, para a sua distribuição para produtores da região do estudo. Com os resultados deste projeto, cabe aos técnicos da área agrária instruir a implantação e recomendar o melhor manejo desta planta para que se obtenha melhor nutrição na pecuária da região.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
UNAMUZAGA, L.; DE MELO OLIVEIRA, N.; LOPES VARGAS, L.; MAIDANA VALENÇA, G.; HOLZ KROLOW, R.; DALAZEN CASTAGNARA, D. DISSEMINAÇÃO DO TIFTON 85 NA FRONTEIRA-OESTE. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.