A EVASÃO NO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

  • Milton da Silva
  • Rui Seabra Machado
  • Leonardo Magno Rambo
Rótulo Evasão, Educação, Física, Ensino, Superior, Licenciatura

Resumo

A Universidade Federal do Pampa, no início de 2019, abriu vagas para discentes dos cursos de graduação auxiliarem às coordenações de seus cursos. Propiciando uma aproximação dos discentes da gestão, oportunizando mais uma frente para amadurecimento acadêmico e profissional. Além das atividades diárias, a Coordenação do curso de Educação Física - Licenciatura solicitou a pesquisa sobre as formas de evasão do curso e seu quantitativo. A evasão universitária é um evento comum nos últimos anos em todo o mundo, independente da classe social do aluno. No Brasil, segundo Almeida e Veloso (2002), em alguns casos, o baixo desempenho no ensino médio reflete no desempenho das primeiras disciplinas do curso superior, resultando em abandono do curso pelas reprovações nos primeiros semestres. Outro fator visível é o ingresso em um curso já buscando a transferência interna para outro curso de sua preferência, usando o seu ingresso no curso inicial apenas como um trampolim para o seu real objetivo. Pesquisas revelam que a evasão no início do curso estaria relacionada à dificuldade em se adaptar às exigências dos professores e à mudança do ensino médio para o superior. Já quando os alunos evadem por volta do quarto e do sexto semestre geralmente é porque começaram a se questionar sobre o sentido da profissão. No entanto, alguns autores afirmam que os fatores da evasão discente se manifestam em graus distintos nos mais variados cursos das IES, uma vez que esses fatores estão relacionados a: I) características individuais, como a vocação e outros problemas de ordem pessoal; II) elementos internos, referentes aos recursos humanos, aos aspectos didático-pedagógicos e à infraestrutura; III) elementos externos às Instituições de Ensino Superior, ligados a aspectos sociopolítico-econômicos. O objetivo desse estudo foi quantificar e tipificar a evasão no curso Licenciatura em Educação Física. O método aplicado foi coleta na base de dados na Secretaria Acadêmica da UNIPAMPA, Campus Uruguaiana pela Coordenação do curso de Licenciatura em Educação Física, dos dados sobre evasão de todos os alunos do curso. Os resultados obtidos são que durante o período de 2009 a 2018, 229 discentes abandonaram o curso; 41 cancelaram; 10 cancelaram pelo Sisu; 1 estava classificado, mas não se matriculou, 11 se desligaram, 5 se transferiram para outros cursos. Totalizando 297 discentes que evadiram nos últimos 09 anos. Se levarmos em consideração que aproximadamente 50 discentes entram por ano, nesse mesmo período entrara 450 alunos, então a evasão consumiu 66% dos discentes que entraram na Licenciatura em Educação Física. Com essas informações podemos concluir que a evasão no curso de Educação Física é muito alta. Esses dados podem servir para a Coordenação do Curso avaliar estratégias para investigar os porquês da evasão e assim adotar estratégias para minimizá-la. Auxiliando a Unipampa a atingir seus objetivos para com a comunidade onde está inserida.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
DA SILVA, M.; SEABRA MACHADO, R.; MAGNO RAMBO, L. A EVASÃO NO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.