TRANSPORTE DE COORDENADAS GEODÉSICAS E AS SUAS DEVIDAS COMPARAÇÃO DE MÉTODOS

  • Marcos Vita
  • Juliomar Sousa Santos
  • Robson Nery
  • Guilherme Augusto Muzy
  • Leonard Niero da Silveira
Rótulo Coordenadas, Geodésia, Puissant, Triangulação

Resumo

A triangulação geodésica consiste numa rede de triângulos construídos sobre um determinado elipsoide, denominados por marcos geodésicos, e a sua utilização permite a obtenção das coordenadas dos pontos que formam os vértices dos triângulos com elevada precisão. O objetivo é avaliar os cálculos de Transporte de coordenadas Geodésicas, comparando com os métodos das equações simplificadas, fórmulas de Puissant e excesso esférico. Este trabalho foi executado com propósito de contemplar a aula prática de Geodésia Geométrica do Curso de Engenharia Cartográfica e de Agrimensura da Universidade Federal do Pampa, campus Itaqui, empregada na área experimental do campus, foram utilizados equipamentos, tais quais: estação total FOIF, tripé, prismas refletores, prancheta de campo, calculadoras cientificas. O procedimento em campo foi a utilização de dois marcos geodésicos com coordenadas conhecidas, e dois piquete que cada vértice tinha que estar o mais distante possível e visivelmente entre si. A estação foi estacionada em quatro vértices, dando ré em um ponto, vante nos outros três e medindo os seus ângulos horizontais, as formulas utilizadas foram: raio da seção meridina (M), pequena normal (N), raio da seção oblíquo (R), cálculo do raio da seção meridiana e entre outras fórmulas. Repedindo assim, o procedimento nos quatro vértices. Para iniciarmos os cálculos referente ao problema inverso da Geodésia, fórmulas simplificadas, distâncias sobre o arco oblíquo ou diagonal utilizamos o material disponibilizado pelo professor da disciplina de Geodésia, conforme análise de todos os cálculos realizados, o método das fórmulas simplificadas e Puissant as suas distâncias elipsóidicas ficaram próximas. Com uma diferença considerável de 15 metros aproximadamente. Já os cálculos do excesso esférico foram possíveis calcular a latitude média fazendo e as compensações nos ângulos sobre os seus respectivos triângulos. O presente trabalho apresentado na disciplina de Geodésia Geométrica, tem como conclusão, que através dos cálculos obtidos foram analisados a comparação entre as equações simplificadas e Puissant. Já no segundo método, o excesso esférico é possível calcular as suas distâncias, a latitude média e assim compensar os seus ângulos. Sempre partindo de coordenadas conhecidas rastreadas por GNSS, e assim, para longos transportes de coordenadas geodésicas é utilizado métodos de triangulação geodésicas. Em pesquisas futuras sobre este método trabalhado, deve-se medir distancias maiores entre os pontos coletados em campo, em virtude de que as distancias menores apresentam uma pequena margem de erro.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
VITA, M.; SOUSA SANTOS, J.; NERY, R.; AUGUSTO MUZY, G.; NIERO DA SILVEIRA, L. TRANSPORTE DE COORDENADAS GEODÉSICAS E AS SUAS DEVIDAS COMPARAÇÃO DE MÉTODOS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.