LEVANTAMENTO DE IMAGENS DE SENSORIAMENTO REMOTO ORBITAL PARA A BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO GONTAN, BAGÉ-RS

  • Amanda Delabary
  • Alexandro Gularte Schafer
Rótulo Bacia, hidrográfica, Uso, cobertura, terra, Arroio, Gontan

Resumo

Em março de 2019 teve início o projeto de pesquisa Caracterização física da bacia hidrográfica do Arroio Gontan como subsídio a estudos hidrológicos e de drenagem, que foi elaborado em parceria com o Departamento de Água e Esgoto de Bagé (DAEB) e tem como objetivo principal determinar e analisar parâmetros físicos da bacia hidrográfica do Arroio Gontan, localizada no município de Bagé, com a finalidade de classificar sua concepção morfológica e de uso e ocupação da terra. Para atingir o objetivo proposto, a pesquisa se constitui das seguintes etapas: Delimitação da bacia hidrográfica; Definição da rede de drenagem; Determinação dos parâmetros morfométricos; Mapeamento do uso e cobertura da terra; Análise demográfica; Análise das alterações no uso e cobertura da terra. O mapeamento do uso e cobertura da terra e de sua alteração ao longo do tempo será realizada com base em imagens dos satélites Landsat e Sentinel 2, utilizando métodos de classificação de imagens de sensoriamento remoto. A etapa inicial da pesquisa consistiu em obter as imagens e realizar uma análise preliminar quanto a presença de nuvens. As imagens foram obtidas por meio de acesso direto ao serviço sentinelhub, utilizando scripts em linguagem Python. O acesso direto permitiu baixar imagens já recortadas para a área da bacia hidrográfica, eliminando etapas de processamento digital de imagens. Foram descarregadas todas as bandas das imagens provenientes dos satélites Landsat 8 e Sentinel 2 (Nível 1C e 2A) no período de abril de 2013 a abril de 2019. No total, obteve-se 102 imagens do Landsat 8, 126 do Sentinel 2 (nível 1C) e 27 imagens do Sentinel 2 (nível 2A). Existem imagens do Landsat 8 a partir de dezembro de 2013, do Sentinel 2-1C a partir de janeiro de 2016 e do Sentinel 2-2A a partir de dezembro de 2018. O Landsat 8 tem resolução temporal de 16 dias, no entanto, verificam-se não existem imagens para alguns meses a partir de janeiro de 2016. O Sentinel 2 tem resolução temporal de 5 dias, no entanto, entre 2016 e 2017 não há imagens disponíveis para alguns meses, enquanto existem meses com apenas uma imagem. A partir de outubro de 2017 aumenta o número de imagens disponíveis do Sentinel 2, com uma média de 5 imagens mensais. Após obter as imagens, foi realizada uma avaliação preliminar no software Qgis para verificar a presença de nuvens. Verificou-se que grande parte das imagens contém nuvens, principalmente as obtidas entre maio e agosto. A próxima etapa do trabalho será uma avaliação detalhada para verificar quais imagens serão efetivamente utilizadas na pesquisa e quais serão descartadas. Além disso, serão obtidas e analisadas as imagens registradas a partir de maio de 2019. A partir da realização da pesquisa, espera-se avançar no conhecimento dos aspectos físicos da bacia hidrográfica do Arroio Gontan, obtendo um conjunto de dados e de informações que subsidiem futuras pesquisas hidrológicas e de drenagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
DELABARY, A.; GULARTE SCHAFER, A. LEVANTAMENTO DE IMAGENS DE SENSORIAMENTO REMOTO ORBITAL PARA A BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO GONTAN, BAGÉ-RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.