FERRAMENTAS DE QUALIDADE PARA A SUGESTÃO DE MELHORIAS NO CURSO DE IDIOMAS OPEN! DE QUARAÍ-RS

  • Paulo Filho
  • Natália Silveira Vaz Martins
  • Isabela Braga Da Matta
Rótulo Qualidade, Diagrama, Paretto, Ishicawa

Resumo

Através do presente trabalho buscou-se aplicar ferramentas de qualidade para a melhoria dos processos na escola de idiomas Open! na cidade de Quaraí, no Rio Grande do Sul, tendo em vista que a cidade está despertando para a importância do aprendizado de uma língua estrangeira. Para isto, buscou-se sanar a seguinte pergunta de pesquisa: Como resolver os problemas mais relevantes que a escola de idiomas Open! enfrenta em seu dia a dia? Com a intenção de responder a pergunta acima, foram estabelecidos como objetivo do trabalho: Sugerir soluções para os problemas mais relevantes da escola de idiomas Open!. A partir dele, foram estabelecidos os objetivos específicos: identificar os problemas enfrentados pela escola; estratificar as ocorrências por ordem de frequência; destacar quais são os problemas mais relevantes; e sugerir melhorias para esses problemas mais relevantes. A implementação de ferramentas de qualidade na empresa escolhida justifica-se pelo fato de que as organizações devem prestar um atendimento de qualidade e excelência aos seus clientes, o que se torna um desafio para qualquer organização, independentemente do ramo, quando esta não souber os principais problemas que enfrenta, para consequentemente buscar saná-los. Por esse motivo a ferramenta de qualidade escolhida para ser aplicada inicialmente na escola de idiomas foi o Diagrama de Pareto, que, segundo Cruz (2009), é uma ferramenta técnica voltada para dados numéricos, que, conforme Vieira (2014), o resultado final do processo é uma ilustração simples que busca facilitar a concentração de esforços para analisar os problemas. De acordo com Ramos (2000, p. 100), O diagrama de Pareto é usado quando é preciso dar atenção aos problemas de uma maneira sistemática e quando se tem um grande número de problemas e recursos limitados para resolvê-los. A partir dessa ferramenta foi possível reunir os colaboradores da empresa e investigar as possíveis causas desses problemas, para isso, foi utilizado o Diagrama de Ishicawa, que segundo Paladini (2004), também é conhecido como espinha de peixe ou Diagrama de Causa e Efeito, e consiste em uma ferramenta para representar graficamente as possíveis causas de um determinado problema ou defeito. Através desse diagrama é possível elencar as causas e tomar providências para saná-las. Em suma, foi possível identificar os problemas enfrentados pela empresa em seus processos, identificar os mais recorrentes, e em seguida sugerir mudanças que facilitariam o dia a dia da empresa.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
FILHO, P.; SILVEIRA VAZ MARTINS, N.; BRAGA DA MATTA, I. FERRAMENTAS DE QUALIDADE PARA A SUGESTÃO DE MELHORIAS NO CURSO DE IDIOMAS OPEN! DE QUARAÍ-RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.